Permacultura: sustentabilidade e agroecologia

A Permacultura e da agroecologia são de grande importância da para a contribuição do indivíduo na sustentabilidade.

A agricultura e sustentabilidade no Brasil

Desde os períodos coloniais na história do Brasil é válido ressaltar o desenvolvimento da agricultura.

Passando-se por um contexto global de tamanhas aplicações tecnológicas decorrentes do multilateralismo social.

Nesta perspectiva, surge-se um panorama voltado aos malefícios dos agrotóxicos perante à saúde humana e ao meio sustentável.


Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

Sabendo-se que nos últimos anos houve-se um crescimento extraordinário no uso dessas composições químicas em diversas plantações.

 

A relevância da permacultura para a sustentabilidade

Além do mais, alternativas sustentáveis passaram a ter tamanha relevância nos diversos estudos acadêmicos e sociais.

Buscando-se criar condições de como poder melhorar tal problemática.



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



A criação de agroflorestas passou a ser vistas como um meio de grande porte para uma agricultura puramente natural, orgânica e podendo-se ser servidas em feiras e redes comerciais.

 

Permacultura e agroecologia

A partir disso, observa-se também a relevância da permacultura e agroecologia.

 

O que é Permacultura

A permacultura, sendo uma “cultura permanente“, passou a ser uma forma adaptativa humana para uma produção mais sustentável e equilibrada gerando harmonia com o meio ambiente.

A importância da permacultura na sociedade brasileira tem cumprido papel exemplar para uma agricultura orgânica.

Desenvolvimento socioeconômico em economias regionais, uma contribuição abrangente com a sociedade civil quando se leva o conhecimento da causa as comunidades.


Curso de Formação em Reiki - banner

 

A relevância para a sustentabilidade

O por que falar de permacultura e agroecologia?

Como melhorar esse sistema em função dos fatores sociais com a indústria de agrotóxicos?

Na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Itapetinga, tem-se um exemplo claro de como age esse sistema, a instituição possui um projeto de extensão denominado “Núcleo de Permacultura – Sete Cascas”.

E nesse núcleo trabalha-se desde a educação ambiental, a agroecologia em questão e com estudos de plantas medicinais e alimentícias não-convencionais.

Ademais, o desenvolvimento de agroflorestais no campus é um dos estudos mais aprimorados que a universidade tem produzido.

Promovendo, consequentemente, uma abordagem aprofundada desse desenvolvimento sustentável em monografias de estudantes da instituição.

 

Economia, ciência e tecnologia

A sustentabilidade, tem que ser um fator alinhado com as pautas econômicas e tecno-cientificas.

Para levar o conhecimento da educação ambiental a população irá desenvolver a contribuição do indivíduo na sustentabilidade.

A sociologia, tendo seu papel de estudar o comportamento das sociedades, com a socioecologia passa a ter uma visão holística desse estudo perante a causa ambiental.

 

Pesquisas sobre permacultura

A permacultura no contexto hodierno passou atrair diversas áreas do conhecimento.

Promovendo pesquisa para a química, biologia, farmacologia, zootecnia, agronomia e até mesmo para a ciência da computação.

Atrelado com a química e com as ciências biológicas no estudo da dinâmica molecular.

E uma análise de composições perante aterramento, folha e frutos produzidos num sistema agroflorestal adquirindo-se das estruturas da permacultura em prol da tecnologia.

 

Na química orgânica

Em estudos da química orgânica, através dos desenvolvimentos analíticos cromatográficos e espectroscopia avançada, a pesquisa científica voltada a insumos de uma química verde avançada .

Associada aos usos de agrotóxicos tornou-se ascendentes buscando-se novas soluções de diminuir os impactos de uso nas plantações.

E ao organismo humano pós-consumo de alimentos com agrotóxicos maliciosos.

 

A bioquímica

Na bioquímica, a permacultura e a agroecologia tende ser desencadeada pelos processos biológicos ocorrentes nos diferentes ciclos de fosforização.

Fator como esse tende intensificar métodos educacionais pertinentes aos estudos das ciências da natureza e suas tecnologias.

Além de ampliar um leque visionário das questões agroecológicas na sociedade.

 

Plantas medicinais na permacultura

Em função disto, destaca-se, outrossim, o uso das atribuições da bioquímica ao categorizar-se as plantas medicinais e suas demais aplicações.

Com uma agricultura orgânica com plantas potencialmente medicinais, analisa-se a decorrência da beta-oxidação do mesmo.

Em comparação com uma planta medicina oriunda de uma agricultura ‘rica’ em agrotóxicos.

 

Potencialidade das plantas

Através dos estudos da permacultura é possível averiguar-se as potencialidades dessas plantas, usando-se a química dos produtos naturais.

Realizando-se uma prospecção fitoquímica de tamanha precisão no intuito de estabelecer uma comparação de resultados que sejam coerentes.

 

Ciências biológicas

Nas ciências biológicas, o ramo é muito diversificado podendo-se realizar diversos estudos relacionados.

Enfatizando-se a botânica e também a importância de fatores químicos envolventes.

 

A microbiologia

A microbiologia aplicada, promove uma análise aprofundada dos microrganismos presentes em um sistema.

Podendo-se prospeccionar agentes microbianos que são desenvolvidos em sistemas agroecológicos.

 

O meio da pesquisa em permacultura

Em uma técnica bem avaliada, ressalta-se as fermentações submersas e fermentações sólidas, processos nos quais podem gerar ramificadas pesquisas.

Tais como, microrganismos desenvolvidos em uma permacultura.

Que podem possuir potencialidades degradadoras de plásticos de polietileno (PE) e até mesmo de termoplásticos como o poli tereftalato de etileno (PET).

Promovendo assim uma grande pesquisa decorrente de outras, gerando-se um ciclo epistemológico científico.

 

A dinâmica molecular

A dinâmica molecular que está associada ao desenvolvimento da ciência da computação com a química.

Possui um complexo engajamento com os diversos ramos acadêmicos em prol da sustentabilidade, em busca de aprimorar os escopos de informações.

A geografia em questão faz-se importante na construção de um comportamento analítico.

E humano diante de sistemas alternativos e tecnológicos desenvolvidos para uma melhor qualidade de vida e estratégia científica, econômica e social.

 

Coletividade

A diversidade científica é essencial para que em coletividade se promova diálogo, informação e intensificação do conhecimento.

A partir dessa perspectiva, é válido ressaltar a existência de uma interface entre educação ambiental e educação no campo.

A permacultura é uma prática que ainda está em seu desenvolvimento e leva-la as pessoas do campo é primordial para que a essa metodologia se torne cada vez mais viável agregadora de valores e que intensifique uma propagação de ideais conjuntos.

 

Ciência e senso crítico para sustentabilidade

Essas ideias, e partir de tudo o que é relacionado, categoriza-se como “os diversos saberes da ciência”.

Sabendo-se que o Brasil vive em sua sociedade uma luta muito grande perante diferentes causas, é importante que os diversos saberes da ciência despertem o senso crítico da população.

Onde tenderão de promover a contribuição do indivíduo na sustentabilidade, partindo-se da agroecologia.

 

Sustentabilidade e permacultura para todos

A permacultura consolida o senso empático social, possui em suas caracterizações promover a questão do cuidar ao próximo em coletividade.

Destarte, fica evidente, que as problemáticas nas circunstâncias atuais perante à sustentabilidade se deve, exclusivamente pelas polarizações sociais.

 

Educação é o caminho

Sendo assim, é necessário transmitir os diferentes pontos de conhecimento a população.

A lideranças regionais para que possam conjuntamente criar novas condições coletivas perante a agricultura orgânica, métodos e distribuição dessas colheitas.

Incentivando a educação ambiental entre as populações.

Levando-se ao campo a verdadeira interface desse sistema produtivo, saudável e desenvolvimentista para uma comunidade mais limpa.

 

A sustentabilidade precisa de ajuda

Portanto, o trabalho socioeconômico sustentável necessita do apoio e incentivo a pesquisa.

E que das transformações que tenderão ser positivamente aceita pela sociedade possa promover constantemente o caráter epistemológico da ciência perante a sustentabilidade.

Esse texto sobre Sustentabilidade: permacultura e agroecologia foi criado por Robson Silva.


Curso de Psicanálise

Deixe Seu Comentário