O que um plano de saúde empresarial precisa oferecer?

Se você tem dúvidas sobre o que um plano de saúde empresarial precisa oferecer, saiba que não está sozinho(a) nesta!

No momento de escolher convênios é comum que as pessoas fiquem na dúvida sobre qual opção contratar. Mas, quando falamos em empresas, essa atenção deve ser redobrada.

Afinal de contas, estamos falando de um plano de saúde que será oferecido para todos os membros da empresa. Claro, os tipos de planos poderão mudar de acordo com os cargos, mas na maioria das vezes costuma ser da mesma operadora.


Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

E com tantas opções de planos de saúde disponíveis no mercado, como escolher a ideal? O que um bom plano empresarial realmente deve oferecer?

Vale destacar que muitas pessoas consideram o plano de saúde como um dos principais benefícios oferecidos por uma empresa. E, por esse motivo, as corporações do país estão cada vez mais investindo nessa opção.

O plano de saúde empresarial se tornou o benefício mais oferecido por empresas, já que ele realmente consegue chamar atenção de candidatos e funcionários.

Mas como avaliar a melhor opção de plano de saúde para a sua organização?



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Neste artigo, você vai descobrir o que um bom plano de saúde empresarial precisa oferecer para que depois possa escolher uma opção que atenda às suas necessidades.

Confira!

O que avaliar para escolher um plano de saúde empresarial

Existem diversas questões que você deve analisar para poder tomar a decisão de escolher um plano de saúde empresarial.

Para te ajudar, aqui está uma lista com as principais dessas questões que merecem a sua atenção.

1. Atende as necessidades dos funcionários

A primeira coisa que você precisa analisar é se o plano de saúde atende aos perfis dos seus funcionários.

Para fazer isso, antes você precisará compreender quais são estes perfis, sendo necessário levantar as seguintes informações:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Estado civil;
  • Existência de doenças crônicas;
  • Número de filhos e idade deles;
  • Uso contínuo de medicamentos.

Quando tiver todos esses dados, no momento de pesquisar pelos planos de saúde, certifique-se de que escolherá uma opção que atenda ao perfil – ou perfis – que conseguiu identificar.


Curso de Formação em Reiki - banner

2. Com ou sem coparticipação?

Os planos de saúde podem ter ou não coparticipação e essa é uma decisão que também precisará de uma boa análise para ser tomada.

Quando a opção é sem coparticipação, quer dizer que a empresa pagará mensalmente o plano e o funcionário precisará pagar determinados valores ao utilizar o serviço. Esses valores são descontados na folha de pagamento do colaborador.

De maneira mais clara, a conta do plano de saúde é dividida entre empresa e funcionário, tornando o custo menor para a organização.

Já a outra opção, que é a de plano sem coparticipação, é quando a empresa fica responsável por pagar mensalmente o valor do plano e os colaboradores receberão o direito de utilizar os serviços que são cobertos pelo convênio, sem precisar pagar nenhum valor por utilização.

Consequentemente, esta segunda opção se torna mais cara para as empresas.

Vale dizer que, diferente do que muitas pessoas pensam, nem sempre a opção de plano com coparticipação é a melhor para as empresas.

É importante avaliar as opções oferecidas para ambas modalidades, colocar os valores no papel e pensar sobre os custos a longo prazo para somente depois tomar uma decisão.

Também é importante que você saiba que é a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) que define regras de cobrança de coparticipação.

3. A rede credenciada

Muitas pessoas já ouviram falar sobre rede credenciada, mas, de fato, não sabem o que ela significa.

De maneira resumida, a rede credenciada é um conjunto de estabelecimentos que os pacientes – funcionários -, poderão utilizar os serviços inclusos no plano de saúde. Isso inclui:

  • Hospitais;
  • Clínicas;
  • Laboratórios.

Verificar e analisar qual é a essa rede é muito importante para ter certeza de que está oferecendo um bom plano para os seus funcionários.

Tenha atenção a quantidade de estabelecimentos que fazem parte da rede credenciada e também pesquise as avaliações de pessoas que utilizam o plano.

Outra dica muito importante é contratar um plano que ofereça opções de estabelecimentos próximos à empresa.

Assim, fica muito mais prático para o funcionário – que já estará no local de trabalho – e ainda evita possíveis faltas.

4. Abrangência

Algumas pessoas confundem rede credenciada com abrangência, mas entenda que são coisas diferentes.

A abrangência de um plano pode ser nacional, ou seja, os colaboradores podem aproveitar os estabelecimentos – que fazem parte da rede credenciada – em qualquer lugar do país.

Porém, essa abrangência também pode ser apenas regional, o que restringe a utilização de estabelecimentos apenas a um município ou conjunto de municípios.

É importante que você tenha muita atenção a esta questão e avalie o custo-benefício de cada uma delas, além do contexto da empresa. Por exemplo, se os funcionários costumam viajar muito a trabalho, é importante oferecer um plano de saúde com cobertura nacional.

Conclusão

O plano de saúde é um dos principais benefícios que pode ser oferecido por uma empresa, já que os candidatos e funcionários consideram essa opção com um dos principais diferenciais em organizações.

Portanto, se você está com dúvidas se deve ou não implementar um plano de saúde empresarial na sua empresa, faça pesquisas, avalie as opções, coloque os valores no papel, compare-os e faça o possível para incluir este benefício para os seus colaboradores.

Lembre-se de que funcionários felizes, satisfeitos e saudáveis são mais produtivos. Além disso, oferecer um benefício tão importante provavelmente colocará a sua empresa em outro patamar no mercado.

Sobre o Autor: Lucas W. é formado em Investigação Forense e Perícia Criminal, e acadêmico de Direito. Busca sempre trazer conteúdos pertinentes ao mundo dos negócios e marketing digital.


Curso de Psicanálise