Como montar uma loja de roupas: 20 dicas

Posted by

Você está pensando em montar seu negócio e quer saber como montar uma loja de roupas? Neste artigo, vamos lhe ensinar algumas dicas fundamentais para você abrir sua loja de roupas com sucesso. Você tem um universo de perguntas sobre como iniciar esse processo? Siga o texto onde essas perguntas serão respondidas passo a passo e sem complicação.

Para isso, vamos trazer a você valiosas dicas:

  • Fazer a pesquisa de mercado.
  • Formalizar sua loja.
  • Definir o público-alvo.
  • Observar a região em que a loja vai estar.
  • Ter um plano de negócios e gerenciamento.
  • Prestar atenção no recrutamento de pessoal.
  • E especifique o marketing ideal para a loja.

Vamos às dicas? Observe que são dicas que você precisará retomar com frequência, ir melhorando aos poucos. Então, depois que sua loja de roupas estiver montada, não abandone essas dicas, tudo bem?

 


Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

1. Escolha seu público alvo e seu posicionamento de mercado

A primeira coisa a fazer é pensar no público. O mercado de roupas é um dos mais rentáveis no ambiente comercial. Comprar roupas não é apenas uma necessidade de manter sua roupa vestida. A roupa não só transmite a sua personalidade. E é uma forma de expressão e apresentação social.

Como montar uma loja de roupas de sucesso Você precisa observar a micro região onde você pretende montar sua loja de roupas e tentar identificar as lojas que aparentemente estão indo bem. Você já viu a região em dias e horários alternados para ter uma idéia do volume de vendas dessas lojas de roupas.

É comum pensar logo em “roupas masculinas e femininas”, mas se você parar para pensar porque os clientes compram roupas, você vai encontrar um infinito, como:

  • Roupas de bebê (só que aqui tem uma boa variação);
  • Há as mães/pais que vão às lojas para comprar roupas para seus filhos;
  • Há pessoas que querem roupas para eventos, festas e datas comemorativas (como o Ano Novo).
  • Exclusivamente feminino, masculino ou infantil.
  • Público variado e acessórios de diferentes marcas e tipos.
  • De artigos esportivos.
  • De marcas famosas.
  • De moda íntima.
  • De roupas de praia.
  • De moda mais tamanho.
  • De roupas de bebê.

Enfim, a lista é longa! O que você precisa fazer é começar a pensar se quer abrir uma loja de roupas variadas para todos os tipos de público, ou se você prefere atingir um público específico.



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Esta decisão vai influenciar todo o resto do seu negócio, então entre as dicas para montar uma loja de roupas eu decidi colocá-la bem na frente.

Para iniciar um negócio é importante definir um público alvo, ou seja, definir que tipo de público sua loja de roupas irá servir. Portanto, é necessário fazer uma pesquisa sobre seus futuros clientes. Que biótipo, que marcas este público procura, que estilo, que referências este grupo tem em termos de vestuário e, finalmente, a que faixa etária pertencem seus futuros clientes.

 

2.  Faça uma pesquisa de mercado

Antes de abrir qualquer tipo de negócio é necessário fazer uma boa pesquisa de mercado para entender as porcentagens de ganho e entender os “humores” do setor. Muitos negócios fecham antes de gerar lucro simplesmente porque já começaram sem construir uma base sólida de planejamento. Portanto, é de fundamental importância fazer um bom estudo de mercado.

O mercado de roupas e vestuário é um dos mais fortes da indústria da moda. Mas para empreender neste mercado competitivo é necessário ter em mente e no papel, um planejamento detalhado e realista.

 

3. Entenda os hábitos dos seus potenciais clientes

Como montar uma Loja de Roupas É importante procurar conhecer a clientela que será abordada, buscando dados como seu poder de compra, se ela pertence à classe social A, B, C , seus hábitos de consumo, onde vive, renda, tamanho da família, etc.


Curso de Formação em Reiki - banner

Para descobrir exatamente o público-alvo ideal ao montar uma loja de roupas você precisaria de pesquisa de mercado, mas como a maioria dos empresários não tem recursos para fazê-lo, a observação e o bom senso já serão de grande ajuda.

 

4. Formalização da sua loja de roupas

Você, como sócio-proprietário de uma loja de roupas, pode se cadastrar como Micro-empreendedor Individual, o que requer taxas muito menores de abertura de negócios em comparação com o cadastro como empresa. Caso você se cadastre como MEI, a receita máxima anual da sua loja de roupas deve ser de até R$ 60.000,00 (esses valores são atualizados ano a ano, confira a informação atualizada).

Se este não for o caso, você pode escolher entre os outros tipos de empresas existentes. Cada uma delas tem suas próprias especificações quanto aos valores e regimes fiscais que podem ser adotados.

 

5. Observe a região onde você pretende abrir sua loja de roupas

A análise da concorrência é também um passo importante quando você se pergunta: como montar uma loja de roupas. Afinal, além de oferecer a você uma dimensão sobre os produtos, você também recebe um mapa do fluxo de vendas.

Escolher uma área onde predominam grandes lojas de departamento ou revistas pode não ser uma boa escolha. Eles trabalham com outro fluxo de negócios que é muito mais amplo. E automaticamente geram um tipo de concorrência que a sua loja não precisará no início. A melhor opção são as áreas onde a demanda é maior do que a demanda.

A escolha da localização de sua loja de roupas é absolutamente crucial para o sucesso do negócio. É essencial que a partir do estudo de quem é seu público-alvo, que sua loja de roupas esteja localizada próxima a este público-alvo.

 

6. Escolha muito bem o ponto comercial ao montar sua loja de roupas

Não adianta, por exemplo, ter uma loja de esportes em um espaço que não esteja próximo a academias, quadras esportivas, pistas de caminhada e assim por diante.

Fácil acessibilidade pode fazer toda a diferença quando um potencial cliente escolhe ou não escolher a sua loja de roupas. Além disso, certifique-se também de escolher um local seguro. Outro fator absolutamente importante na escolha do ponto comercial da sua loja de roupas é a logística do local. O local é de fácil acesso?

O local onde você montará sua loja de roupas é importante porque influencia o número de clientes que irão visitá-los, especialmente no início.

Por isso sugerimos sempre que você se instale em um local que tenha muito movimento, pois assim, mais pessoas verão sua loja e despertarão o interesse em conhecer seus produtos.

Assim, mesmo aquelas pessoas que estavam apenas de passagem e nem pensaram em comprar roupas, podem acabar levando alguma peça da sua loja.

Alguns aspectos, portanto, a se prestar atenção na escolha do ponto:

  • O local escolhido é de fácil acesso para os consumidores?
  • Tem estacionamento?
  • A segurança é adequada ou há roubos e assaltos constantes?
  • O fluxo de movimentação do público alvo é bom? (Público alvo – não adianta ter uma loja de roupas de grife perto de um terminal rodoviário com grande fluxo de pessoas. Muitas pessoas passam por lá, mas provavelmente ninguém está disposto a pagar pelo seu produto).
  • Na micro região escolhida, existem outros lojistas que trabalham no mesmo segmento que o seu?

A boa localização da sua loja está diretamente ligada a uma maior quantidade de vendas!

Não precisa ter medo: uma boa localização não significa necessariamente o centro da cidade e um alto investimento. Uma localização próxima às praças do bairro e até mesmo os pontos de ônibus mais movimentados já é um bom tamanho!

 

7. Avalie o espaço disponível do imóvel onde você vai montar sua loja de roupas

A decoração de todas as áreas da estrutura interna da sua loja de roupas é essencial para mantê-la atraente e tornar o seu estabelecimento convidativo para os clientes. Sua estrutura física também deve ser suficiente para armazenar um espaço de caixa, cômodas, um escritório de administração e um banheiro.

O tamanho do imóvel vai ficar bom para comportar tudo o que você imagina, sem entulhar roupas e móveis?

 

8. Escolha bem ao comprar seus produtos

É claro que existe a possibilidade de você querer fazer sua própria roupa, ou ter alguém muito próximo de você que faça isso por você – ou como parceiro, mas se esse for o caso, é importante que você saiba como comprar roupas em locais com foco na revenda, ou seja, um fornecedor, até mesmo.

Caso contrário, você acabará tendo que investir muito mais na compra das roupas, o que fará com que elas fiquem mais caras para o consumidor final.

Bem, quanto a onde comprar a roupa para revender, existem algumas opções mais comuns, como a procura de fábricas de roupas em outras regiões. Muitos lojistas fazem isso porque é possível comprar uma quantidade significativamente grande de peças, e também uma variedade de peças, por um preço muito mais baixo do que os fornecedores locais.

Duas dessas regiões mais procuradas são os estados de Pernambuco, Goiás e São Paulo, pois possuem um bom número de confecções instaladas ali.

Porém, se o seu foco é vender roupas de marca, você pode investir um pouco mais e importar roupas para revender.

Aqui no blog temos um guia especial que vai ajudá-lo a entender suas possibilidades de compra e qual é a melhor opção para você, dê uma olhada: Onde comprar roupas para revender.

Adquira produtos de qualidade e que você saiba que têm menores chances de ficarem encalhados.

 

9. Saiba divulgar bem e fazer o marketing da sua loja de roupas

Entre minhas dicas para montar uma loja de roupas, esta talvez seja a que mais tem a ver com atrair clientes e fechar compras para o seu negócio. A promoção da sua loja é importante porque muito mais pessoas saberão que ela existe e que produtos você pode comprar lá.

A promoção da sua loja tem que ser feita com base nos preceitos que a regem, ou seja, ela tem que estar ligada ao seu estilo. Na era digital, o marketing se tornou uma ferramenta mais ampla. As redes sociais são uma ótima opção porque têm uma maior circulação e atingem um maior número de pessoas.

Investir no marketing da sua loja é tão importante quanto o seu plano de gestão. Abrir uma loja de roupas sem visibilidade é uma ideia condenada ao fracasso. Portanto, invista em ferramentas de marketing digital, publicidade e análise de conteúdo que projetem sua loja para o universo da concorrência.

Os clientes estarão sempre em busca do que há de mais novo no mercado. Assim, conhecer as coleções de estilistas renomados e suas produções para cada estação é sempre um ponto que diferencia sua loja das demais.

Além de dar visibilidade, a publicidade dá credibilidade à sua loja, já que, por exemplo, nas redes sociais as pessoas que já compraram podem recomendar e fazer elogios que serão vistos por possíveis novos clientes.

A dica aqui é procurar formas de anunciar como rádios locais, redes sociais (Facebook, Instagram, WhatsApp) e até mesmo sites regionais que tenham bom alcance. Espalhe a notícia, espalhe sua marca! Dessa forma você pode ter um alcance maior de pessoas e atrair mais clientes para a sua loja!

 

10. Crie seu plano de negócios e acompanhe os resultados

É o plano de negócios que lhe dará uma dimensão sobre despesas, lucros e possíveis perdas; o investimento inicial que será necessário para abrir a loja de roupas e capital de fluxo de caixa nos meses iniciais.

É através do plano de negócios que você vai decidir o tamanho da sua loja, os materiais necessários para qualquer loja (araras, manequins, espelhos, computadores, móveis, etc.) e o software de gestão empresarial que será adotado para controlar os mais variados processos de gestão da sua empresa.

O plano de negócios também lhe informará quantos meses serão necessários para gerar o retorno financeiro do seu investimento. É um panorama que olha para o futuro, mas com total atenção ao progresso no presente, pois se baseia em definições de investimento, preço do produto, gastos, aspectos legais e possíveis financiamentos.

Você não precisa comprar sistemas complexos. Recomendamos você buscar planilhas na internet que ofereçam recursos para:

  • CRM
  • Gestão de fluxo de caixa (financeiro)
  • Plano de ação
  • Gestão de objetivos e metas

 

11. Contratação de funcionários e freelancers

Para abrir uma loja de roupas, você vai precisar de vendedores qualificados e, acima de tudo, empáticos. No início é normal que o pessoal seja menor, mas nunca menos qualificado.

São os vendedores e atendentes que estão na linha de frente. São eles e o ambiente físico da sua loja que vão criar um espaço convidativo, onde os clientes poderão se sentir confortáveis e incentivados a comprar. É por isso que manter um bom relacionamento com seus funcionários e clientes faz toda a diferença no ambiente de uma loja.

É de fundamental importância que haja um equilíbrio por parte dos vendedores, ou seja, eles devem persuadir o cliente a comprar, mas de uma forma não invasiva.

A liberdade de escolha do cliente deve ser respeitada e ele não deve insistir em oferecer qualquer produto que não seja exatamente o que ele está procurando. Um bom vendedor deve ajudar e convencer o cliente a comprar exatamente o que ele precisa.

Personalize o espaço de sua loja. Espaços que criam ambientes dinâmicos tendem a influenciar os compradores. Mas você deve estar atendendo às necessidades do seu público-alvo. Você precisa estar em sintonia com elas. É por isso que a pesquisa de mercado e o relacionamento com o cliente são sempre importantes.

Nos dias de pico ou para cobrir férias dos seus funcionários fixos, você pode contratar profissionais freelancers.

Não se esqueça de treinar você mesmo e seus funcionários, principalmente em técnicas de vendas e atendimento.

 

12. Avalie investir em uma franquia de marca de roupas

Se você não tem certeza de que será um(a) bom(boa) gestor(a), mas sabe que ama este ramo de negócio, avalie adquirir a licença de uma franquia.

De acordo com pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), 7 das 50 maiores franquias do país pertencem ao setor de moda. Abrir uma franquia de loja de roupas certamente pode ser uma boa idéia de negócio.

Uma das vantagens do modelo de franquia, é o fato de não ter que se preocupar em escolher o modelo de roupas que será comercializado e nem em escolher fornecedores, o que torna a gestão do negócio muito mais fácil.

O fato de muitas franquias já terem uma boa visibilidade no mercado, também reduz consideravelmente os custos com divulgação e atração de novos clientes.

Agora é mais fácil visualizar a sua loja de roupas. Reúna todas as suas idéias e estruture-as a partir das informações que lhe oferecemos sobre este assunto.

 

13. Faça parcerias com empreendedoras de outros ramos

Esta também é uma forma de divulgação, mas é feita para vendas diretas. Uma nova tendência que surgiu e se tornou uma tendência são as chamadas “Lojas Colaborativas”.

Eles consistem em um grande galpão onde lojistas, salões, vendedores independentes, etc., dos mais variados tipos de negócios, alugam um espaço por alguns dias para oferecer seus produtos.

Lojas Colaborativas são lugares que têm um bom fluxo de pessoas, porque é como uma espécie de shopping – no sentido de que você encontra tantas lojas vendendo produtos diferentes no mesmo local – mas, melhor do que isso: esses galpões costumam fazer marketing ligando para os clientes de lá, o que lhe poupa o trabalho.

Assim, você pode começar a promover sua loja e expor seu produto em um local que já foi feito para venda! Esta é uma das dicas para montar uma loja de roupas um pouco fora do comum, mas que também tem potencial.

Você pode fazer parcerias de indicação mútua: por exemplo, um salão de beleza indica sua loja de roupas, sua loja indica o salão.

 

14. Encantamento e Qualidade no Atendimento aos clientes

Cliente feliz é cliente fiel! Mais do que fidelizar, o seu atendimento precisa encantar seus clientes.

Portanto, esteja sempre sorrindo e disposto a ajudar, não seja preguiçoso e não mostre relutância ao procurar desdobrar peças de roupa para mostrar aos seus clientes – pelo contrário, deixe claro que isso não é problema algum.

É importante, também, que você tome cuidado para não parecer invasivo. Às vezes o desejo é ajudar, mas ser colado ao pé do cliente muitas vezes acaba fazendo com que ele saia da loja sem sequer olhar para tudo que ele queria, só porque ele está se sentindo desconfortável.

 

15. Faça um bom Planejamento Financeiro

Através do planejamento financeiro, você saberá até mesmo quanto tempo será o retorno do investimento quando abrir uma loja de roupas. Estes números acima formarão suas suposições de volume de vendas, tamanho do mercado e concorrência. Essas suposições formarão a base do seu plano financeiro.

Um bom plano financeiro deve mostrar o resultado de sua idéia de negócio, ou seja, lucro ou prejuízo. É como dar uma olhada no futuro.

O plano financeiro também deve lhe dizer em quantos meses você terá de volta no seu bolso o dinheiro que você investiu no negócio, o chamado payback.

E no final ele deve dizer-lhe quanto você tem que vender no mês para ficar a zero, ou seja, quanto você DEVE vender para não ter lucro ou prejuízo. Este é o chamado break-even point.

Controle seu fluxo de caixa: o prazo para você pagar os fornecedores deve ser maior que o prazo tem para receber de seus clientes. E, por fim, nunca misture o seu caixa pessoal com o caixa da sua loja de roupas.

 

16. Defina o Investimento Inicial para Abrir uma Loja de Roupas

O investimento inicial é o dinheiro que você vai gastar para montar sua loja de roupas, assim como o capital necessário para manter a loja durante os primeiros meses (capital de giro).

O investimento inicial é parte do seu planejamento financeiro e você deve colocar todos os materiais que irá usar ao abrir a loja de roupas:

  • Balcão de serviços;
  • Araras, manequins, espelhos e cômodas;
  • Prateleiras, prateleiras e vitrines;
  • Telefone, computadores;
  • Programas para emissão de cupons fiscais e ERP (sistema de gestão empresarial);
  • Móveis como cadeira, escrivaninha, arquivo e material de escritório em geral
  • O investimento inicial também inclui o valor gasto para a compra do estoque da loja de roupas.

Lembre-se que existem maneiras de reduzir o valor do investimento ao montar uma loja de roupas, dentre elas podemos destacar a venda pela internet.

 

17. Defina sua decoração e mantenha-a limpa e atualizada

A decoração da loja de roupas deve ser cuidada em todas as suas áreas considerando os móveis, decoração de janelas, pintura, iluminação, revestimento, fachada, calçada, etc.

É importante estar atento em todos os aspectos que possam influenciar direta ou indiretamente para que ocorra uma mídia adequada às reivindicações da loja que foi criada.

A decoração da loja deve combinar com o tipo de cliente. Não se deve montar uma loja de design com uma decoração e fachada popular.

 

18. Defina bem o preço dos seus produtos

Os preços que serão cobrados devem levar em consideração não apenas os custos das mercadorias, mas também a competitividade em relação aos preços dos concorrentes na micro-região de operação.

Uma forma de determinar o preço de venda de seus produtos é começar a fixar os preços das peças a partir do preço dos concorrentes.

A partir desta figura você determina os custos totais incorridos e depois verifica o percentual de lucro a ser obtido.

Se o lucro obtido a partir dos preços dos concorrentes não é satisfatório?
Sua loja deve reduzir os custos. Caso contrário, sua análise financeira está no caminho certo para obter ganhos efetivos e sucesso na empresa.

Dependendo do segmento de clientes com os quais você vai trabalhar, como no caso de roupas de grife ou franquias, não haverá como basear o preço em seus concorrentes.

Nestes casos, o fornecedor já indica um valor aproximado de vendas. Cabe a você verificar a rentabilidade mensal da loja e trabalhar o preço de venda de acordo.

 

Por fim, algumas dicas extras de como montar uma loja de roupas

Olha só mais algumas dicas para você abrir sua loja de roupas:

  • Recrutar profissionais qualificados: para esta escolha é importante buscar pessoas com habilidades como boa comunicação interpessoal, bom atendimento ao cliente, capacidade de identificar adequadamente o perfil e os desejos dos clientes, saber ouvir, ter paciência, poder de negociação, equilíbrio emocional, presteza e agilidade.
  • Estruturar a loja de roupas com área para vendas, espaço para exposição de roupas, caixa, embalagem e entrega além de área para estoque, escritório, camarim e banheiro.
  • Oferecer uma promoção constante no final da temporada sobre as demais peças a preços muito atraentes.
  • Oferecer presentes da loja a partir de um determinado valor em compras feitas para fidelizar os clientes.
  • Criar um cadastro de clientes que deve ser útil e funcional para que seja possível obter um melhor conhecimento dos clientes com informações como gostos, tendências, hábitos. Esta ação também permite saber de forma mais adequada quais notícias irão agradar mais especificamente os clientes. Ao se cadastrar, pergunte se o cliente deseja receber uma ligação sempre que novas coleções chegarem.
  • Dependendo do segmento, escolha clientes com um ticket médio (preço médio de compra) acima de um “valor X” e envie vouchers.
  • Facilite aos clientes o pagamento parcelado de suas compras. (isto é muito básico, mas ainda assim importante);
    Dependendo do segmento do cliente, ter uma pessoa na loja para levar os itens para casa. Não se esqueça da máquina portátil de cartão de crédito.
  • Compre com segurança e higiene e outros aspectos que são considerados especificamente por cada funcionário.
    Seja ético e correto com seus clientes. Veja o código de proteção ao consumidor para conhecer os direitos e deveres dos clientes.

O que você achou deste texto? Ajudou você? Então, por favor, compartilhe nas suas redes sociais. Você está pronto(a) para Abrir uma Loja de Roupas de Sucesso? Aproveite e deixe seu Comentário com mais dúvidas e dicas.

 


Curso de Psicanálise