Como montar um cronograma de estudos: 15 dicas

Posted by

É fundamental montar um plano de estudo estratégico para o seu ano. Mas, você sabe como montar um cronograma de estudos organizado e realista? Há vários pontos que merecem atenção neste planejamento. Ter um plano de estudo organizado é importante e necessário para adquirir o hábito de estudar e melhorar o desempenho em seus resultados.

O planejamento de estudos se assemelha a um planejamento estratégico, em que você precisa analisar o cenário externo, interno, verificar suas forças e fraquezas e tomar decisões de forma a alcançar determinados objetivos.

Vamos listar dicas para montar um plano de estudos perfeito e para ajudá-lo a alcançar a tão sonhada vaga na Universidade, no Concurso público, ou indo bem no Enem! Vamos lá?

1. Determine sua rotina de estudo

A primeira coisa que você tem que fazer para se organizar é definir sua rotina de estudo. Identifique quais são seus compromissos fixos e veja em que horários você tem tempo livre em sua agenda.


Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

Se sua rotina estiver um pouco bagunçada, este é o momento de “organizar a casa” e reprogramar tudo. Também é importante calcular o tempo gasto em outras atividades, como aulas, refeições, viagens. Então programe-se!

Tudo começa com um olhar sobre sua rotina, como seu horário está organizado?

Este é o momento de saber quanto tempo você tem disponível para estudar. É também o momento de tomar decisões difíceis e cortar algumas atividades em favor dos seus estudos.

Uma rotina bem definida é muito importante, pois a rotina pode ajudar ou atrapalhar os seus estudos.



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Este é um momento crucial para se conhecer e planejar a longo prazo. Também é importante saber como você deve agir em cada situação para colocar sua rotina de estudos em prática.

Abra os planos de estudo que você baixou ou, se preferir, você pode dar os passos em seu próprio caderno ou em uma folha separada.

No plano, você deve agendar sua própria agenda, suas atividades do dia e quanto tempo cada atividade leva. Você também completará o cronograma de estudos com o seu tempo livre.

 

2. Determine seu objetivo de estudo ao montar seu cronograma de estudos

O próximo passo é você definir seu objetivo de estudo. Idealmente, você deve escrever este objetivo o mais específico e detalhado possível. Estes objetivos devem responder a algumas perguntas, como:

Você vai tomar Enem? ou outro vestibular? Ou concurso público? Que carreira você quer seguir? Em qual faculdade você pretende fazer este curso? Qual concurso?

Tudo isso precisa ser bem determinado para que você encontre a melhor estratégia de estudo. Procure também identificar os assuntos que você tem mais dificuldade e agende mais tempo para dedicar a eles em seu plano de estudos.


Curso de Formação em Reiki - banner

Comece anotando seus objetivos para saber exatamente o que você quer. Veja o exemplo abaixo:

Em seu kit de estudo organizado você tem uma área específica para isso, ela foi feita para ser impressa, pois você deve ler sua meta todos os dias.

Se você ainda não tem objetivos claros, recomendo que você leia meu artigo como tendo motivação para estudar, pois lá eu ensino a escrever objetivos da maneira correta.

Exemplo: ser aprovado na 1ª colocação do concurso de Auditor Fiscal da Receita Federal. Ou ser o 1º no Curso de Economia da Unicamp. Ou ser o 1º colocado na classificação do Enem em minha escola.

 

3. Anote como você gasta seu tempo e quanto tempo você tem disponível

Após anotar seu objetivo, anote todas as suas atividades e os respectivos horários para cada uma delas.

Note que para facilitar, também incluí atividades de curto prazo em blocos de horas. Por exemplo, acordar, tomar um café e ler uma notícia foi de 5 a 6 horas.

Isso facilita a visualização do seu horário de estudo quando você imprime. (Insisto que você imprima e coloque no seu local de estudo para sempre ver. Isso é importante!

E aí, está gostando das dicas? É importante que você vá fazendo passo a passo, não pule nenhuma etapa de como montar cronograma de estudos.

 

4. Obtenha apoio

Você está aprendendo como montar cronograma de estudos, mas isso de nada adianta se você tiver ao seu lado pessoas que te atrapalham.

Sua família e amigos, especialmente as pessoas que moram com você, precisam saber que você montou seu plano de estudos, que você terá horário para estudar e você tem objetivos. Compartilhe e obtenha apoio, assim ninguém irá fazer barulho ou te chamar para distrações.

 

5. Concilie sua rotina com o objetivo

Una as particularidades de sua rotina com os esforços necessários para atingir seu objetivo de estudo.

Relacione o tempo que você tem disponível com seus objetivos, como uma série de exercícios por dia, ou os assuntos que você decidiu priorizar.

Pense nessa combinação de forma realista. Tenha muito cuidado para não se sobrecarregar e programe-se adequadamente para levar o máximo de tempo possível.

 

6. Escolha o seu horário de estudo

Agora que você sabe qual será a sua carga de trabalho, é hora de escolher o tempo que você vai estudar. Nossa dica é aproveitar o período do dia em que você tem mais energia e vontade.

Saiba como conciliar as horas que você mais ganha com aqueles momentos de preguiça e cansaço.

Muito bem, após definir sua rotina, vamos descobrir quantas horas de estudo por dia você tem disponível. Isso vai ajudá-lo a estimar o quanto você vai estudar.

Por exemplo, se você tiver notado em sua rotina que todos os dias das 6 às 7 e das 18 às 19 horas você tem um horário livre. Então você vai usar esse horário para estudar.

Este cálculo é importante para você estabelecer seu hábito e para que seus objetivos de estudo sejam organizados. A medição diária é importante para garantir que tudo funcione.

 

7. Não espere hora cheia para estudar

Muitos estudantes pensam: “Quando der 19h, começo a estudar”. Com isso, perde minutos preciosos e programa seu cérebro a entender que estudar é um fardo, que precisa ser adiado.

Não importa se você tem apenas 5 minutos livres, coloque esse tempo para estudar.

Imagine que você aprendeu como montar cronograma de estudos, mas se torna prisioneiro no pior sentido deste plano.

Não se preocupe COMO você vai estudar, existem técnicas de estudo específicas que o ajudam a estudar essas curtas horas de forma eficaz.

Se você tem 10 minutos livres, mas nestes minutos você normalmente ficaria falando com seus amigos, é hora de rever suas prioridades e explicar aos seus amigos que você tem outras atividades para fazer.

Estes tempos serão usados para estudos rápidos, diferentes dos tempos em que há blocos cheios de horas. Durante os blocos cheios você os utilizará para um estudo com a máxima concentração.

Se você conseguir sair 15 minutos após o almoço todos os dias, você terá ganho 1 hora e 15 minutos de estudo por semana. E com isso seu aprendizado terá um desempenho muito melhor.

 

8. Use planilhas ou ferramentas

Você pode usar apps gratuitos de planejamento de estudos. Ou então crie uma planilha no Excel ou no Google Drive.

Não se prenda muito a excessos de controle e ao perfeccionismo. O melhor é você usar o tempo para estudar, não para ficar apenas realizando controles do seu plano de estudos.

Você vai definir qual vestibular ou concurso você vai fazer, qual curso vai prestar, qual sua disponibilidade de horas de estudo por semana e como você vai distribuir esse tempo.

Com tudo isso feito, seu plano de estudos estará pronto e tudo de acordo com seus objetivos, para que você possa passar no Enem, concursos e outros vestibulares muito bem.

 

9. Foque o que tem mais peso e o que você tem mais dificuldades

Com o plano de estudo pronto, você terá acesso a muitas aulas em vídeo, exercícios, resumos e muito mais. Você vai separar seu material para estudar e buscar mais materiais na internet.

Um bom começo é focar nos assuntos que você tem mais dificuldade, ou matérias maiores ou matérias com mais peso na sua prova. Dessa forma, você pode estar muito mais preparado para enfrentar esses problemas no momento do exame.

 

10. Faça intervalos nos seus estudos

Não se esqueça de fazer intervalos durante o seu plano de estudos. Você quer um conselho? Especifique-os todos! Se você não nos diz quando vai fazer esta pausa, corre um grande risco de ficar desorganizado durante o horário.

Há estudos que indicam que o cérebro pode permanecer focado, com total atenção, de 50 minutos a uma hora. Depois disso, o desempenho cai e é muito mais fácil se distrair. É claro que isso muda de pessoa para pessoa, portanto tente entender o tempo do seu corpo e respeitá-lo.

Faça uma pequena pausa e após 5 ou 10 minutos, volte aos seus estudos.

 

11. Durma, se alimente bem e faça atividade física

Para algumas pessoas são necessárias 8 horas de sono, para outras apenas 5 é suficiente. Em qualquer caso é possível diminuir um pouco o sono para maximizar os estudos.

Lembrando que não estou lhe dizendo para dormir mal, o que estou lhe dizendo é para dormir corretamente, e fazer alguns testes. Tente encurtar o seu tempo de sono em 30 minutos por dia.

Se você se sente bem com a redução, então você acaba de ganhar 2 horas e 30 minutos de estudo por semana. Mas se você não se sente bem, esqueça. Não adianta passar um dia ruim com o sono, isso até prejudica o seu aprendizado.

Alimentar-se bem também é importante, para você se mantenha disposto no projeto de seu plano de estudos. Tente, também, fazer atividade física moderada, nem que seja apenas 2 ou 3 vezes na semana.

De nada adianta você saber como montar cronograma de estudos, se você não cuida da sua saúde, do seu corpo e da sua mente.

 

12. Faça Exercícios e Testes

Como você pode fazer isso? Reservando espaços em seu plano de estudo para exercícios extras e para resolver testes antigos.

Muitos alunos pensam “se ainda houver tempo, eu faço”, mas esta não é uma boa estratégia. Você sabe por quê? A chance de ter tempo sobrando é muito pequena e você não acaba se dedicando a isso. Então, explore as questões disponíveis em sites da internet e teste seus conhecimentos.

Os testes antigos também são muito importantes para você entender como é o seu desempenho e como você pode melhorá-lo, além de se acostumar com o formato do teste.

 

13. Faça resumos diários

Agora que você já sabe como proceder, calcule todo o tempo disponível e escreva. O cálculo ajudará a definir o seu ciclo de estudo.

Calcule todo o tempo de estudo. Não importa se são os 15 minutos após o almoço ou o tempo de caminhada que você terá de um ponto a outro, some-o todo e descubra o resultado diário.

Use 5 minutos ao final de cada bloco de estudos para relembrar o que você aprendeu. Se possível, faça algumas anotações, uma espécie de resumo ou mapa mental.

 

14. Organização faz bem, mas sem exageros

Se for preciso, organize-se novamente. Vale mais a pena parar por um dia para se organizar e repensar se o cronograma de estudos e intervalos está sendo suficiente ou muito pressionado.

Cuidado para não ficar muito tempo planejando seus estudos e pouco tempo estudando de fato.

Revise também suas anotações, exercícios resolvidos e observe onde você pode melhorar e em quais assuntos você já está se saindo super bem!

Então, quando devo estudar? Quanto tempo eu devo estudar para cada disciplina? Essas dúvidas acabam paralisando as pessoas que não conseguem fazer o plano de estudos, o que é um grande erro, pois é essencial para o sucesso que você deseja.

 

15. Faça planos realistas ao montar seu cronograma de estudos

Não se programe estudar além do que você consegue, isso irá desestimular você.

Faça um plano de estudo que esteja de acordo com a realidade, pois um alto índice de alunos não consegue acompanhar.

Você ficou com alguma dúvida? Tem alguma dica a mais para mencionar sobre montar cronograma de estudos?

Deixe seu comentário abaixo. Além disso, compartilhe este artigo em suas redes sociais, isso é importante para nós e fará a diferença na vida de mais pessoas.


Curso de Psicanálise