5 Dicas para Artistas Iniciantes

Uma carreira para artistas iniciantes não pode acontecer da noite para o dia. Tornar-se um artista requer dedicação, trabalho duro e um plano. Infelizmente, muitas pessoas que gostariam de iniciar uma carreira artística não têm a menor ideia de como proceder.

Aprender a desenvolver suas habilidades, atrair clientes e ter um lucro saudável pode ajudá-lo a fazer uma carreira artística. Os trabalhos artísticos podem abranger uma ampla gama, desde pintura, ilustração e design gráfico.

Ainda assim, em muitos aspectos, todas as carreiras artísticas requerem a mesma quantidade de trabalho duro, planejamento e networking.

 


Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

1. Desenvolva Suas Habilidades

Antes de iniciar uma carreira de sucesso na arte, você deve primeiro desenvolver sólidas habilidades artísticas. É muito provável que você já seja uma pessoa criativa, com uma apreciação pela linha, forma, cor e textura. Sua paixão pela arte é apenas um ponto de partida.

O desenvolvimento de habilidades requer muito trabalho e comprometimento. Se você não passou os últimos anos aperfeiçoando suas habilidades, reserve um tempo para dominar o meio de sua escolha.

Você pode ter talento natural, mas sem muito trabalho, suas habilidades em bruto podem não levá-lo muito longe. Muitos artistas são autodidatas ou aprendem através de aulas e workshops de escolas e organizações locais. Não há uma maneira de descobrir como fazer arte.

 



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



2. Faça um Pouco de Cursos

Você não é obrigado a passar quatro anos imerso em uma faculdade de arte para desenvolver suas habilidades ou ter sucesso. Entretanto, matricular-se em aulas ou workshops tradicionais no meio de sua escolha é uma forma importante de aprender alguns dos aspectos técnicos da criação artística.

Os oleiros, por exemplo, devem saber mais do que criar formas elegantes a partir do barro. Para ser um oleiro, você precisa aprender a girar na roda, assim como construir vasos à mão. Você precisará saber a diferença entre os diferentes tipos de argila, como os vários tipos de argila são queimados, como esmaltar, o que significa marcar o barro e assim por diante.

Alguns cursos vão ensinar-lhe o básico. Uma vez que você tenha uma base de informação, você pode construir seu conhecimento a partir daí.

 

3. Pratique por conta própria

Você obterá mais da sua experiência em sala de aula ou na escola se você praticar por conta própria. Bloqueie o tempo todos os dias para trabalhar as habilidades que lhe foram ensinadas em sala de aula. Se possível, passe algum tempo desenvolvendo competências essenciais que não estejam diretamente relacionadas ao seu meio de escolha.

Por exemplo, você pode ser um designer gráfico em treinamento. Como tal, você pode passar horas de cada vez em frente a uma tela de computador, aprendendo vários programas e técnicas. Médiuns como pintura não estão relacionados ao seu ofício.

No entanto, passar tempo pintando vai ensiná-lo a misturar cores, fazer texturas e assim por diante. As habilidades que você aprende a pintar se aplicam a todas as formas de arte, e irão informar o seu trabalho como designer gráfico. Praticar em uma variedade de meios como a pintura vai ajudá-lo a crescer como artista e artesão.


Curso de Formação em Reiki - banner

 

4. Vá a Museus, Galerias e Exposições

A exposição à arte irá informar o seu trabalho e torná-lo um artista melhor. Visitar museus, galerias e exposições de arte abrirá seus olhos para os tipos de arte no mundo, bem como para as diferentes ideias e teorias que impulsionam as diversas formas de arte. O estudo da arte do passado lhe dará ideias que o ajudarão a formular um estilo mais maduro.

Se assuntos como arte moderna e história da arte não forem abordados nas aulas e workshops que você está fazendo atualmente, realize um estudo independente da história da arte e tópicos relacionados ao seu ofício.

Ao visualizar uma nova obra de arte, force-se a pensar criticamente sobre as motivações e técnicas do artista. Se você gosta de uma obra de arte, pergunte-se por quê. De que forma a peça é bem sucedida? O que o artista poderia fazer para ser mais bem sucedido? Conhecer as respostas a estas perguntas pode ajudá-lo a melhorar a sua arte.

 

5. Procure a Crítica Construtiva

Aceitar a crítica construtiva é uma das coisas com que muitos artistas iniciantes mais lutam, mas a crítica construtiva é fundamental para o aprendizado e crescimento. Muitos artistas naturalmente se apegam muito à sua arte. A crítica pode ser um remédio amargo para se engolir.

Entretanto, a crítica construtiva é uma das mais valiosas ferramentas de aprendizado para artistas novos e experientes. A crítica ajuda a abrir seus olhos para a realidade de seu trabalho e pode ajudá-lo a ver sua arte do jeito que ela é. Uma vez identificadas as áreas de fraqueza, você pode abordar estes problemas um de cada vez.

Portanto, como artista iniciante, é seu dever não apenas aceitar a crítica construtiva, mas buscá-la. Passe tempo após a aula conversando com os professores para perguntar-lhes sua opinião. Se você tiver amigos com inclinação artística, mostre-lhes seu trabalho e obtenha sua opinião honesta.

Sempre que mostrar sua arte aos outros, não se esqueça de pedir pensamentos e opiniões. Avalie suas opiniões através de suas expressões, assim como suas palavras. Se possível, envolva seus críticos em conversas para saber mais sobre seus sentimentos.

 

Sobre o Autor: Felipe Cardoso, empreendedor e blogueiro nas horas vagas. Para saber mais detalhes sobre nosso trabalho, acesse Como Desenhar Bem Feito.


Curso de Psicanálise

Deixe Seu Comentário