Devo abrir um e-commerce? 3 dicas

Muita gente adora fazer compras online. Não é necessário esperar a hora do pagamento em filas nem sequer precisamos sair de casa para adquirirmos algum produto. Assim sendo, abrir um e-commerce é uma opção interessante para os empreendedores.

Se você está se perguntando o porquê, é muito simples de entender. Um negócio online pode ser tão procurado como uma loja de departamento em tempos de Black Friday. Assim sendo, ele pode ser muito lucrativo.

Não podemos esquecer que um empreendedor que opta pelo e-commerce não atingirá apenas os clientes do seu bairro ou da sua cidade. Todos aqueles que virem o seu produto na tela do seu computador ou celular poderão, em tese, ter acesso a ele.

Nem tudo é tão simples assim

Claro que nem sempre é tão simples atender todos os clientes do Brasil ou do mundo. Por essa razão, nem sempre é tão simples ter um negócio online. Com essa introdução, imaginamos que você esteja um pouco confuso.



Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

Afinal, vale a pena ter um e-commerce ou não? A resposta exige uma breve explicação. Podemos te garantir que tem muita gente que está ganhando uma grana enorme com o comércio online.

No entanto, tem ainda mais gente que está perdendo muito dinheiro com o seu negócio. Por essa razão, o que nós podemos te garantir é que vale a pena abrir um e-commerce se e somente se você souber o que está fazendo.

Você faz parte desse grupo?

Se esse não é o seu caso, ou seja, se você não faz ideia de como o comércio online funciona, fique sabendo que você pode até lucrar, mas vai quebrar muito a cara antes disso.

Como nós não queremos que isso aconteça, deixamos aqui cinco dicas de como abrir um e-commerce. Mas lembre-se: elas só são a cereja do bolo.

Dizemos isso porque geralmente nós comemos essa delícia primeiro (ou vocês não fazem isso?). Comendo antes ou depois, não importa. Nós amamos a cereja, mas não compramos o bolo só por causa dela (seria burrice e desperdício de dinheiro).

Decida estudar o e-commerce!

Por essa razão, você não deveria limitar o seu conhecimento sobre o e-commerce ao que estaremos dizendo aqui. Se aprofunde no assunto, compre livros, faça cursos. Que esse artigo só atice o seu desejo de conhecer mais esse mundo.

Assim você saberá que o investimento que você fizer no seu negócio será acertado. Tendo dito isso, nós imaginamos que você esteja pronto para as nossas dicas. No entanto, nós ainda não queremos dá-las. Precisamos ter certeza de que você sabe o que é o e-commerce primeiro.

O que é o e-commerce

Pode ser que você tenha uma ideia do que é o e-commerce, mas isso não basta não é mesmo? É necessário que você saiba exatamente do que estamos falando. Você pode se perguntar por que nós não entregamos essa informação lá em cima. Na verdade, nós fizemos isso.

Você não deve ter percebido isso porque o termo ‘e-commerce” não é do nosso idioma. Ele foi emprestado pela língua inglesa. Assim sendo, de cara você pode não ter se tocado que o e-commerce é o comércio online ou, para dizermos em um bom português, o comércio eletrônico.



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Mais informações sobre o e-commerce

Mas pera lá. Você não pode chamar de e-commerce aquele combinado que você fez no Instagram com a sua cliente de ela ir na sua loja. Para usarmos o termo adequadamente, é necessário que a venda seja concretizada na internet. Ou seja, tudo deve acontecer online.

Ainda é importante deixar claro que abrir um e-commerce não significa essencialmente vender produtos ou serviços em lojas online.

Essa é apenas umas das formas de fazer uso do comércio eletrônico. Você pode fazer suas vendas em outras plataformas, como é o caso do marketplace.

5 dicas de como abrir um e-commerce

Isto posto, agora sim estamos prontos para as nossas dicas. Vale lembrar que elas te darão um norte para a abertura do seu negócio, mas há muito mais que precisa ser pensado antes de abrir um e-commerce. Então continue a estudar esse assunto, ok?

Não faça grandes investimentos de cara

É normal que uma pessoa que deseje abrir um e-commerce se jogue de cara nos investimentos. É lindo ver os esforços desse empreendedor, mas é triste ver o caos que geralmente vem depois.A pessoa gasta uma grana e então percebe que não sabe lidar com aquilo que ela comprou. Anúncios, câmeras, programas de edição de imagem… a lista é grande.

Você não quer passar por isso, certo? Então é importante que você saiba, antes de fazer a sua compra, se você tem condições de lidar com aquilo por que você está pagando. Se você não tem certeza, pode acreditar que sairá mais barato pagar pelo serviço de um especialista. Mas isso não é uma obrigação. Você que irá decidir como gastar o seu dinheiro.

Só tenha cuidado para não jogar a sua grana no lixo enquanto você acha que está fazendo um bom investimento.

Entenda quem é o seu cliente e o que ele precisa

Essa é uma dica fundamental para qualquer empreendedor, mas acredite, é ainda mais importante para quem depende do e-commerce. Pense bem: se você digitar no Google a palavra “tênis”, aparecerá mais de um milhão de resultados.

Se você vende esse produto, você será um grãozinho de areia no meio da orla de Salvador. Por essa razão, é muito importante que você saiba quem é o seu público-alvo. Isso porque, dessa maneira, se você sabe exatamente quem é o seu cliente, ficará mais fácil fazer o seu produto chegar até ele. Além disso, esse conhecimento também te ajudará a convencer essa pessoa a pagar pelo que você está vendendo.

Claro que para isso acontecer, você precisa se esforçar para que o seu produto tenha algo de especial. Afinal de contas, alguma coisa terá que fazer com que o seu cliente olhe para o seu negócio com maior atenção. Isso nos leva à nossa próxima dica.

Estude os seus concorrentes

Lembra da imagem do grãozinho de areia, bem pequenininho? Esse é você no e-commerce. Mas na orla também existem pérolas. Essas são jóias valiosas que, a princípio, também eram grãos de areia.

A diferença entre elas e você é que elas são procuradíssimas e você sequer é notado. Não estamos falando isso para te desmotivar. A questão é que você precisa começar a se perguntar o que faz esses empreendedores serem tão especiais.

Com certeza, eles terão muito o que te ensinar. Basta que você esteja prestando atenção e se esforce para reter aquilo que pode fazer o seu negócio crescer. Não estamos dizendo que você deve copiar a concorrência, mas sim que você deve entender o que faz com que esses empreendedores conquistem os clientes que você deseja.

Considerações finais

Tendo dito isso, nós esperamos ter deixado claro algumas dicas de como abrir um e-commerce. Como já dissemos, o que nós apresentamos é o básico. Negócios dificilmente serão bem-sucedidos se os seus empreendedores se limitarem a essas dicas.

Assim sendo, é hora de você começar a estudar. Leia bastante artigos como os que você encontra aqui no Negócios e Carreiras e procure pessoas que já estão nesse mundo para que você possa aprender com elas. Depois disso, coloque o seu conhecimento em prática e aproveite dos bons frutos da decisão de abrir um e-commerce.


Curso de Psicanálise

Deixe seu Comentário Abaixo :)

Redação N&C

O Negócios & Carreiras é uma revista eletrônica com conteúdo de qualidade e atualizado, para desenvolvimento de pessoas e empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =