A vez das mulheres no empreendedorismo

mulher trabalhando

As mulheres têm cada vez mais tomado conta do “pedaço”, e o mercado atual possui uma presença marcante delas, e de forma positiva, pois possuem  características que agregam e muito, os homens que  fiquem atentos e se cuidem, por que  elas  são boas no que fazem e estão com sede pelo sucesso. Dados divulgados pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) revelam que 52% dos novos empreendedores, são mulheres, os números  constam na pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), os novos  empreendedores são aqueles cuja atividades iniciaram a no máximo 3 anos e meio.

O desempenho feminino à  frente das  organizações nos últimos  anos  despertou o interesse dos estudiosos, visto que são claras as melhorias que concedem a economia, as mulheres gerenciam os negócios de forma diferenciada dos empreendedores masculinos, é possível destacar as seguintes características:

  • As  empreendedoras  são, normalmente, mais  detalhistas, cuidadosas  e intuitivas, aspectos  que contribuem  para a  gestão do negócio.
  • As mulheres, dão mais atenção aos clientes.
  • Por essência conciliam melhor suas atividades pessoais e profissionais.
  • Buscam mais canais de informação e orientação, como o SEBRAE.

Apesar deste aumento exponencial, a inserção feminina no mercado de trabalho não foi um processo simples. Elas enfrentaram e enfrentam várias  dificuldades  no  mundo empresarial,  menor  remuneração, dificuldades  de  ascensão  de  carreira, dupla  jornada, são  algumas  das barreiras que podemos destacar.

Após conquistarem seu espaço e grandes melhorias no mercado, as mulheres chegaram ao patamar que num passado não muito distante era totalmente  masculino, a forma  como  elas atuam  chama a atenção, pois são  centradas e ao  mesmo tempo  abertas a  ouvirem profissionais mais experientes, e principalmente pesquisam antes de iniciar um negócio.

Alguns fatores podem justificar a maior presença das mulheres no empreendedorismo, dentre eles o nível de escolaridade mais elevado em relação  aos  homens,  mudanças  na estrutura  familiar, menor  número de filhos, muitas  mulheres  assumiram a  chefia  da  família,  além obviamente de buscar o seu espaço deixando de ficar em segundo plano na sociedade.

Este aumento da participação feminina possibilita, ainda, um futuro em que ambos os gêneros tenham os mesmos direitos. Considerando os cenários  político  e econômico brasileiro  turbulentos, representa  mais do  que um  otimismo, as mulheres  são  fortes  nestes  momentos  de dificuldade e tendem a arriscar mais.

Estão alcançando resultados importantes, e mais do que isso, mudando a cara do mercado, vamos torcer para que elas continuem crescendo, por que vão gerar empregos e crescimento de mercados.

Adalton França de Oliveira
Adalton França de Oliveira
Adalton França de Oliveira atua na área de Desenvolvimento de Negócios da TecBan, empresa proprietária do Banco24Horas. É graduado em Administração (UNISA), pós-graduado em Economia (UFPR) e em Gestão de Negócios (SENAC), além disso, tem certificações em Empreendedorismo (FIAP), Gestão Estratégica (FGV) e Gestão de PME’s (PUC Chile). É também conteudista de cursos voltados a Gestão e tem experiência como professor de Administração de Empresas.