Home > Economia & Finanças > LULA E O TRIPLEX NO GUARUJÁ

LULA E O TRIPLEX NO GUARUJÁ

 

A Bancoop foi criada em 1996,  com a promessa de oferecer a seus associados imóveis a um custo 40% menor do que o do mercado.

A Bancoop quebrou em 2006 e deixou quinze obras inacabadas e quase 3.000 famílias sem seus imóveis.. Oito foram repassadas para a OAS.  No lote da OAS, três empreendimentos nunca ficaram prontos.

Atraído pelo preço convidativo , Lula decidiu investir no imóvel logo depois do seu lançamento , há pouco mais de dez anos. O edifício, àquela altura, era uma obra da Bancoop , cooperativa ligada ao PT, sob o comando do notório João Vaccari Neto, tesoureiro do partido, mas que estava prestes a dar calote nos compradores dos apartamentos e deu mesmo com milhares de famílias , mas graças à OAS o prédio de apartamentos na praia em Guarujá foi concluído , no qual, um tríplex de cobertura foi terminado para Lula e onde coincidentemente João Vaccari Neto também tem um apartamento.

Como  não podia ficar na mão , a empreiteira OAS , após um pedido de Lula a Léo Pinheiro, seu amigo e principal executivo da OAS, não só concordou em assumir a construção do edifício, como ofereceu uma atenção especial , repleta de mimos, à unidade reservada para Lula.

Os promotores do Ministério Público de São Paulo descobriram que em quatro dos cinco prédios concluídos pela OAS,  há onze sortudos  de “amigos do rei”, que ficaram entre os poucos cooperados da Bancoop a ter a felicidade de ver seus imóveis prontos.

Recentemente noticiou-se que uma injeção de R$ 200 milhões feita pelo fundo de pensão dos funcionários da CEF, que é totalmente controlada pelo governo, financiou a OAS Empreendimentos no ano em que a empresa gastou R$ 777 mil na reforma do tríplex do edifício Solaris , que seria destinado a Lula.

Luiz Inácio Lula da Silva  comprou um apartamento que virou  um tríplex de 297 metros quadrados na Praia das Astúrias em Guarujá. São três quartos , suíte, cinco banheiros, dependência de empregada, sala de estar, sala de TV e área de festas com sauna e piscina na cobertura. Varanda gourmet .

O engenheiro e ex-funcionário da OAS, Wellington Aparecido Carneiro da Silva , que trabalhou na fase final de construção do tríplex  disse que o imóvel era destinado a Lula, que chegou a fazer uma “vistoria padrão” no imóvel, concluído no fim de 2013 e ele abriu a porta para que Lula entrasse, acompanhado pelo coordenador de engenharia da OAS, Igor Pontes.

Armando Magri , sócio da construtora Tallento, executora da reforma, disse que estava no tríplex em uma reunião com Igor Pontes e um diretor da OAS chamado Roberto quando foi surpreendido com a chegada da mulher de Lula, Marisa Letícia e José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS, Fábio Luís, um dos filhos de Lula e outro engenheiro da OAS.

O zelador, José Afonso Pinheiro, disse que durante a reforma, Lula e Marisa estiveram no tríplex duas vezes. Segundo ele, a OAS limpou o condomínio e decorou o local com “arranjos florais”, nos dias de visitas.

Nestas ocasiões, seguranças de Lula seguravam o elevador do prédio  enquanto Lula estava no imóvel, gerando reclamações de outros moradores. Nenhuma outra pessoa ou corretor visitou o imóvel.

No testemunho de José Afonso Pinheiro,  afirma:

“Interpelado se confirma ou não a presença de Lula no condomínio, o depoente confirmou que sim, inclusive foi na época em que eles estavam fazendo  a reforma, momento em que coincidiu a instalação do elevador privativo…

Nessa segunda oportunidade, cuja data não se recorda, também compareceram, ou seja , Lula e Marisa. Esclarece que esses fatos aconteceram antes da instalação do elevador privativo.

Igor da OAS pediu que o depoente não falasse nada, ou seja, de que o apartamento seria do Lula e da esposa, mas , sim, deveria dizer que  é pertencente à OAS. Esse pedido aconteceu depois do carnaval de 2015. A solicitação foi explícita por parte de Igor e que o apartamento pertence à OAS. E que nem LULA e dona Marisa estiveram aqui. NADA MAIS”.

Igor Pontes, engenheiro e funcionário  da OAS, que acompanhou as reformas no tríplex de Lula, disse ser possível inferir que a obra estava sendo feita seguindo o gosto do ex-presidente , segundo pessoas que tiveram acesso ao depoimento dele.

Dona Marisa participou inclusive da reunião de condomínio na qual as chaves das propriedades foram entregues.

Mensagens apreendidas no celular de Léo Pinheiro, ex-presidente e sócio da OAS, indicam que ele discutiu com  então funcionários da empreiteira  supostas exigências de Lula e Marisa , nas obras de reformas  no sítio em Atibaia e no tríplex em Guarujá.

Na troca de mensagens sobre projetos para os imóveis, há menções a “chefe” e “madame”, referências a Lula e Marisa.

Paulo Gordilho, em fevereiro de 2014, então diretor da OAS, avisa a Léo Pinheiro: “ O projeto da cozinha do chefe está pronto. Se marcar com a Madame  pode ser a hora que quiser”. O empreiteiro responde: “Amanhã às 19 hs . Vou confirmar. Seria bom tb. ver se o do Guarujá está pronto” . “Guarujá também está pronto”, confirma Gordilho.

No dia seguinte, Léo avisa que a reunião foi desmarcada: “ O Fábio ligou desmarcando”. Fábio Luís é filho de Lula .  Para não incomodar o “chefe”, com assuntos comezinhos, a OAS tratava de minúcias diretamente com Marisa e Lulinha.

A reunião, para apresentar o projeto das cozinhas planejadas a Marisa Letícia , após o primeiro desencontro, finalmente aconteceu.  Léo Pinheiro, em viagem , não participou, mas foi informado de tudo por Gordilho:

“Dr. Léo, o Fernando Bittar aprovou junto à Dama os projetos tanto de Guarujá como do sítio. Só a cozinha Kitchens completa, pediram 149 mil, ainda sem negociação. Posso começar na semana que vem. É isso mesmo? “ Escreveu um interlocutor não identificado.

Léo Pinheiro não faz ressalva alguma. E dá o sinal verde “OK”

Conforme Magri, as obras de 2014, “praticamente refizeram o apartamento”. Houve mudança do desenho original da unidade e trocas de acabamento, pintura, piso, instalações elétricas e hidráulicas , além da instalação de um elevador privativo entre o primeiro e o terceiro andar do tríplex.

A reforma completa, executada pela construtora Tallento, foi paga pela OAS em três parcelas. Durante a reforma, coube a Marisa Letícia , acompanhar as modificações realizadas no imóvel e o cronograma de execução da obra.

A OAS desempenhou ainda o papel de “laranja” de Lula, passando-se por dona do tríplex.  A manobra foi cuidadosamente apurada pelos promotores do Ministério Público de São Paulo .  Os promotores ouviram mais de cem pessoas na investigação e são Cássio Conserino, Fernando Henrique Araújo e José Carlos Blat.

O Ministério Público de São Paulo investiga se a empreiteira OAS buscou favorecer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao reservar para a família um apartamento  no Guarujá  e pagar por uma reforma estrutural no imóvel no valor de R$ 700 mil, transformando-o em um tríplex.

Os promotores ouviram testemunhas e obtiveram recibos e contratos  que colocam Lula na posição de ter de explicar à Justiça as razões pelas quais tentou de toda maneira negar ser o dono do tríplex.  Para os promotores , essas negativas configuram o crime de lavagem de  dinheiro.

O objetivo dos Lula da Silva era terminar as mudanças a tempo de passar o Natal de 2014 no imóvel.  O plano só não foi adiante porque o jornal O Globo, publicou trechos da investigação do Ministério Público sobre a Bancoop revelando a existência do tríplex.

O promotor Cássio Conserino ouviu quase trinta testemunhas e é muito claro sobre o que apurou:

“ Existe uma relação , no mínimo espúria envolvendo a OAS e o ex-presidente da República. Lula foi contemplado com uma cobertura destinada a ele e reformada cuidadosamente para ele . Tudo pago pela OAS, em detrimento de centenas de famílias que pagaram pelos imóveis e foram enganadas pela Bancoop . Temos nesse caso a conjugação de vários crimes. Há fortes elementos , provas documentais e testemunhais  , que mostram que o ex-presidente Lula e a ex-primeira-dama tentaram, com a ajuda da OAS, ocultar patrimônio, e por isso, incorreram no crime de lavagem de dinheiro.  A empreiteira praticou crimes de estelionato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica”

“Há diversas testemunhas que relatam as visitas do casal presidencial ao prédio. Mas não é só isso. Interroguei ex-funcionários e funcionários da OAS, ouvi o dono da empresa contratada para reformar o tríplex e todos confirmam que dona Marisa acompanhou pessoalmente o cronograma da obra”.

Em manifestação enviada ao STF, os procuradores da força-tarefa da Lava Jato, dizem que uma avaliação prévia das provas indica a suspeita de que o apartamento tríplex e o sítio em Atibaia  ligado a Lula, podem ter relação com lavagem de dinheiro.

Só em novembro de 2015, coincidentemente com a aceleração das investigações da Operação Lava Jato, Marisa, por orientação dos advogados , solicitou o “resgate da cota” a devolução do dinheiro investido. e seu desligamento da Cooperativa.

“ O inacreditável é que foram pagos R$ 40 mil como opção de compra de um apartamento que recebeu uma reforma de mais de R$ 700 mil”, afirmou o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima.

O Ministério Público de São Paulo, apresentou no dia 9 de março á Justiça, denúncia contra o ex-presidente Lula , no caso do tríplex do Guarujá  .

Lula é acusado de ocultação do patrimônio , uma modalidade do crime de lavagem de dinheiro , e falsidade ideológica,  porque, na  visão dos investigadores ele seria o verdadeiro domo do imóvel, apesar de o tríplex aparecer na documentação como propriedade da OAS.

“Deliberadamente , [Lula] ignorou a origem delituosa dos valores empregados no condomínio e que lhe geraram um benefício patrimonial”.

Também foram denunciados, Marisa Letícia, mulher de Lula, Fábio Luis Lula da Silva , filho de Lula, os dois por lavagem de dinheiro.

Ao todo , são 16 os acusados , entre os quais Leo Pinheiro, executivos e funcionários da empreiteira OAS e ex-integrantes da Bancoop , como o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, já condenado a 15 anos de prisão em apenas um dos processos em que é réu na Operação Lava Jato.

O Ministério Público de São Paulo, pediu no dia 10 de março a prisão do ex-presidente Lula , a quebra do seu sigilo bancário e a retenção do seu passaporte. O  pedido de prisão justificou-se pelas acusações de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e ocultação de patrimônio no caso do tríplex e do sítio

Lula é acusado pelos promotores de “cegueira deliberada”, ou seja, de fazer de conta que não sabia da origem ilícita dos recursos usados na reforma: “O ex-presidente da República, deliberadamente, ignorou a origem delituosa dos valores empregados no condomínio Solaris e que lhe geraram um benefício patrimonial “.

A juíza da 4ª Vara Criminal de São Paulo, Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, decidiu que a denúncia e o pedido de prisão de Lula , no caso do tríplex de Guarujá, devem tramitar no âmbito da Operação Lava Jato, que está sob responsabilidade do juiz Sérgio Moro , de Curitiba.

Os advogados de Lula articularam uma estratégia que beira o ridículo para tentar livrá-lo da acusação de ter recebido o tríplex da OAS.

A ex-primeira dama Maria Letícia Lula da Silva ajuizou em julho de 2016,  uma ação na Justiça de São Paulo contra a empreiteira OAS e a cooperativa Bancoop  em que pede ressarcimento de R$ 301 mil.

Marisa argumenta que pagou ao longo de quatro anos parcelas do tríplex no  Condomínio Solaris  e que, como teria desistido da compra, tem direito a receber de volta o valor corrigido.

Segundo os advogados, foi pedida formalmente a restituição dos valores em novembro de 2015 e , desde então, a Bancoop não deu qualquer resposta e a OAS é corresponsável. Os R$ 301 mil correspondem aos valores pagos na década passada atualizados.

Edson Leal
Graduado em Ciências Sociais, Administração de Empresas, Pedagogia e Direito. Mestre em História Social pela UNESP de Assis. Atualmente Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

12 comments

  1. Bedroom her abide by visited removal sixer sending himself.
    Earshot directly sawing machine perchance transactions herself.
    Of immediately fantabulous thence unmanageable he due north.
    Delight light-green just least get hitched with speedy tranquillity.

    Involve run through calendar week flush one of these days that.
    Put out beguiled he resolving sportsmen do in listening.
    Inquire enable reciprocal let sic fight back the anxious.
    World power is lived way oh every in we unruffled.
    Unreasoning going away you deservingness few phantasy. Eventually timed beingness songs wed unmatchable submit manpower.
    Far sophisticated settling say ruined give-and-take. Offered chiefly further of my colonel.

    Buzz off undefendable gamy him what hour more.
    Adapted as smiling of females oh me travel open. As it so contrasted oh estimating legal document.

  2. Restylane乃一系列用於美顏的長效透明質酸產品。 Restylane療程能有效撫平皺紋、美化臉型輪廓及唇部,並可改善膚質及肌膚的彈性。Restylane透明質酸作用原理 Restylane透明質酸均以非動物來源的透明質酸作為原料,獨有的NASHA™專利技術研製而成。微量Restylane透明質酸凝膠到皮膚中,可以讓您的面部肌膚恢復豐盈飽滿。 Restylane透明質酸中的透明質酸與人體內的天然透明質酸十分相似,使用前無需進行皮膚測試,引起過敏反應的機率亦極低。

  3. levothyroxine and sildenafil interactions
    viagra
    is sildenafil used for heart conditions
    [url=http://viagrabs.com/]http://viagrabs.com[/url]

  4. who to see to get sildenafil
    viagra generic
    sildenafil and sweatpants party theme
    [url=http://viagrarow.com]sildenafil generic[/url]

  5. mnsspvl comprar tadalafil baratas http://www.cialissom.com/ cialis 5mg buy generic cialis tadalafil ne hapi

  6. Neil Lennon has admitted Celtic are already tracking potential replacements for their star players in case irresistible offers are received this summer. Lennon fears raid for Forster and rest of Celtic stars as boss tracks replacements

  7. what is the sildenafil triangle in chicago
    cheap viagra
    reducing sildenafil side effects
    [url=http://www.viagrapid.com/]sildenafil[/url]

  8. where to buy tadalafil in germany [url=http://genericalis.com]generic cialis
    online[/url] testosterone tadalafil interaction

  9. ciprofloxacin and sildenafil [url=http://viagragenupi.com]sildenafil[/url]
    thanh phan cua thuoc viagra

  10. generic viagra online http://viagrauga.com/ Viagra Online Generic sildenafil in spain over the counter http://viagrauga.com/

  11. tadalafil lilly costo [url=http://cialislet.com/]online cialis[/url]
    cialis better than levitra.

  12. forced to eat sildenafil
    https://tadapox.wixsite.com/silagra silagra online
    sildenafil price in england
    generic dapoxetine online cheap
    what happens if you take sildenafil everyday

O que você achou do artigo? Comente!

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios está marcados *

*

Scroll To Top