E você, quer realizar os seus sonhos? Desenvolva novas competências!

“Uma coisa é perceber oportunidades atraentes e outra é ter competência para ser bem-sucedido nessas oportunidades. ” Philip Kotler.

E você, sabe de quais competências precisa para atingir o seu objetivo?

Já parou para refletir sobre o que te impede, hoje, de realizar os seus maiores sonhos?

 



Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

No artigo “Gestão de Competências”, detalhei o ciclo da gestão por competências, além de discorrer sobre o acrônimo C.H.A.V.E. Você lembra?

Para uma retomada rápida, vale lembrar que o ciclo de competências contempla: mapear, avaliar, desenvolver e monitorar a competência a ser desenvolvida.

Se ainda não teve tempo, vale a pena conferir, antes de prosseguir com a leitura de hoje.

 

Antes de começar, você sabe quais os tipos de competências?

QUATRO TIPOS DE COMPETÊNCIAS:

·         Cognitivas: relacionadas ao raciocínio.

Exemplos: resolver um problema matemático ou definir um programa de metas para a empresa.

 



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



·         Perceptivas: envolvem a detecção e interpretação de informações, usando os nossos instintos.

Exemplo: saber o momento adequado para contratar um novo profissional.

 

·         Motoras: são as competências mais básicas; dizem respeito a todas as ações que envolvem movimentos físicos.

 

·         Perceptivas-motoras:  envolvem elementos dos três anteriores: raciocínio; detecção de interpretação da ação; execução dos movimentos.

Exemplo: prática de um esporte.

 

 

Segundo o Modelo Dreyfus, a aquisição de novas competências e comportamentos passa por um processo de cinco estágios. Quer saber mais sobre isto e sobre como identifica-los?

CINCO ESTÁGIOS PARA A AQUISIÇÃO DE NOVAS COMPETÊNCIAS:

1         1. Noviço: o colaborador ainda não desenvolveu nenhum senso crítico sobre as habilidades que está aprendendo.

Exemplo: um vendedor sabe negociar, mas ainda não sabe o momento correto de buscar o fechamento da venda.

 

2.      2. Iniciante Avançado: o senso crítico começa a se desenvolver e todos os aspectos necessários para tornar-se competente são trabalhados com igual importância.

Exemplo: o vendedor argumenta, quando recebe a primeira negativa do cliente.

 

3.      3. Competente: o liderado já é capaz de fazer um planejamento equilibrado e formular rotinas de trabalho.

 

4.      4. Proficiente: nesta fase, o colaborador tem uma visão abrangente da situação, sabe priorizar a importância de determinados aspectos e utiliza o “jogo de cintura”, para alterar o padrão convencional de realização das tarefas.

 

5.      5. Expert: ao chegar neste estágio, ele supera os padrões convencionais e torna-se um “craque”.

 

 

Segundo Peter Drucker, “O que pode ser medido, pode ser melhorado”.

Então, vale conferir a técnica utilizada, no Coaching, para a adquirir as competências que te auxiliarão a atingir os teus sonhos:

 

SETE PASSOS PARA A AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS:

Para facilitar este mapeamento, vou sugerir as melhores perguntas, para que você chegue, rapidamente, ao seu objetivo:

1.       1. Identificação:

 – Que habilidades eu preciso desenvolver para alcançar meu objetivo?

– O que eu preciso desenvolver para me tornar um profissional mais competente?

Neste ponto, uma dica é comparar-se com quem já atingiu o mesmo objetivo.

INSPIRE-SE em quem já chegou lá e procure identificar os principais comportamentos e competências que ele já tem.

 

 

2.      2. Entendimento:

– Quando precisei usar a competência que quero desenvolver?

– Naquele momento, como eu me sai?

– O que poderia ter acontecido, se eu já tivesse desenvolvido esta competência, naquele momento?

– O que eu aprendi naquela situação?

– Qual é o meu nível de motivação para desenvolver esta competência (1 a 10)?

– Que nível você já possui desta competência (1 a 10)?

 

3.      3. Assessment:

 – Qual é a importância da competência que você quer desenvolver (1 a 10)?

 

4.      4. Aquisição:

 Esta é a fase mais importante deste processo.

INVISTA tempo!

Faça uma lista do que é necessário para desenvolver esta competência.

Aqui, vale usar os recursos que eu já detalhei, em outros artigos (5W2H, SMART)

 

5.      5. Experimentação:

 

Ao chegar neste estágio, o foco deve ser testar os novos comportamentos adquiridos. Como?

 

– Defina as evidências que comprovarão que você está desenvolvendo a competência em questão. TESTE-SE!

 

6.      6. Prática:

 

Eu concordo com Aristóteles, quando ele afirma “Nós nos transformamos naquilo que praticamos com freqüência. A perfeição, portanto, não é um ato isolado. É um hábito. ”

 

O psicólogo Anders Ericsson, da Universidade do Estado da Flórida, afirma que a única forma de tornar um comportamento efetivo e se tornar expert em determinada ação é repeti-la continuamente, com base nos seus estudos sobre a prática deliberada.

 

E você?

É importante que se comprometa a alcançar a competência que definiu como foco, dando um passo de cada vez e respeitando os seus próprios limites.

 

7.      7. Aplicação:

Se a melhor forma de nos desenvolvermos é procurarmos, constantemente, por desafios, a dica é: NÃO PERCA NENHUMA OPORTUNIDADE.

A cada situação desafiadora, você extrapolará os seus limites (ou que acha serem os seus limites!).

 

Lembre-se de usar e abusar este recurso, junto a sua equipe, mas, antes: TESTE-A com você mesmo e SURPREENDA-SE com tudo o que pode fazer!

 

“Podemos escolher recuar em direção à segurança ou avançar em direção ao crescimento. A opção pelo crescimento tem que ser feita repetidas vezes. E o medo tem que ser superado a cada momento.” ABRAHAM MASLOW

O que você prefere?

De que lado você quer estar?

Se prefere avançar, vem comigo e continua acompanhando a minha coluna!

 

Até a próxima semana e muito sucesso!!!


Curso de Psicanálise

Deixe seu Comentário Abaixo :)

Nathali Teixeira Lopes Kafski

- Positive, Pessoal and Professional Coach, na empresa Up2you Coaching e Desenvolvimento Humano. - Membro da Sociedade Brasileira de Coaching. - Quinze anos de sólida experiência em gestão e desenvolvimento de equipes de alta performance, em empresas multinacionais de grande porte. - Alto potencial de trabalho em coordenação e execução de projetos. - Hábil em contratar, desenvolver e motivar equipes vencedoras. - Êxito em criação, implementação e acompanhamento de planejamento estratégico. - Facilidade de adaptação aos diferentes cenários, perfis de equipes e ramos de atuação. - Espírito de equipe, dinamismo e excelente relacionamento interpessoal complementam o perfil. Certificações: - Wellness and Positive Coaching® (SBC) - 2015 - Personal and Professional Coaching® (SBC) - 2015 - Leader as a Coach (Association For Coaching) - 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *