O que é um e-commerce? Entenda como funciona

Felizmente, a internet tem propiciado a diversos empreendedores um caminho mais fácil para venderem seus produtos. Isso significa venda rápida, prática, com um ótimo retorno financeiro e humano se bem administrado. Vamos descobrir o que é e-commerce e entenda como funciona em prol do seu negócio.

O que é e-commerce?

E-commerce se configura como qualquer espécie de comércio realizado via internet. Ou seja, são vendas onde não há um contato direto com quem compra se valendo de dispositivos eletrônicos para isso. O produto em questão é vendido via internet e entregue por serviços de entregas, como Correios ou motoboys.

As compras online, em geral, são pagas por cartão de crédito, o que facilita cada transação aos envolvidos. Contudo, depósitos, transferências ou boletos bancários também são opções para diversificar o público. Quanto mais formas tiverem para adquirirem os produtos que desejam, mais fácil é concluir a compra.

O e-commerce costuma ser bastante eficaz mesmo para aqueles cujo comércio ainda está crescendo. Isso porque não é necessário dispor de grandes espaços caso não tenha um. Por hora, o aluguel com galpões ou qualquer ambiente para acomodar mercadorias não é tão urgente. Contudo, à medida em que cresce, é preciso trabalhar essa ideia.



Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

Como funciona?

Como dito acima, o e-commerce funciona via internet, possibilitando que compras sejam feitas de qualquer parte. Os produtos físicos são cadastrados numa plataforma digital, um catálogo virtual. Mediante a um cadastro, os consumidores podem navegar e marcar suas preferências, fazendo comparações entre sites e vendo os mais vantajosos.

Em geral, a depender do produto, as plataformas disponibilizam informações a respeito do que é vendido. Isso inclui tamanho, cor, peso, material de fabricação, entre outros aspectos. Para uma roupa ou sapato, por exemplo, é vital que esteja descrito. Já que o cliente não tem como provar, se guiar por esses dados o faz investir na compra.

Finalizada a compra e o processo de entrega, chega a etapa de avaliação por meio do cliente. O mesmo pode contar como foi a experiência de ter adquirido algum produto em sua loja. Dessa forma, é preciso se empenhar continuamente para que a experiência dele não seja desastrosa. Apenas um comentário negativo pode pôr tudo a perder.

Benefícios

Claro que há desafios quando conversamos sobre o e-commerce, contudo também há muitas vantagens. Dispor de uma loja virtual para a venda de produtos tem tomado a atenção dos empreendedores. Ainda que se trate de um negócio, existe mais liberdade em conduzi-lo e administrá-lo. Isso fica evidente quando olhamos para:

Flexibilidade

Independente de onde esteja, a sua loja virtual pode ser acessada de qualquer lugar. Seu celular pode se tornar a ponte entre você e os clientes, de modo que possam se encontrar. Assim, você pode manter uma rotina mais flexibilizada e vender da melhor forma que puder. Para quem ainda está fazendo uma transição profissional, é bastante cômodo.

Custos baixos

É difícil encontrar alguém que seja dono de um ponto físico onde seu comércio esteja instalado. De um jeito ou de outro, manter uma loja física sai caro para aqueles que não têm um bom retorno. Em contrapartida, é possível comprar um domínio e se hospedar em um site pagando em torno de U$100,00. Dado o resultado que pode ter, não é tão caro.

Maior fluidez financeira

Já que economiza com custos de operação e tem potencial para ganhos enormes, seu dinheiro pode ser melhor aplicado. Isso resulta em maiores investimentos para poder divulgar a sua marca no mercado, por exemplo. Sem contar que, já que podem te encontrar de qualquer lugar, o negócio pode ser bastante rentável.

O que vender?

Ainda que um e-commerce seja bastante atrativo, é preciso criar uma identidade para dar segurança aos compradores. Isso porque eles precisam entender que mesmo uma plataforma online de comércio tem uma missão. Os produtos que ela vende são partes integrantes de um projeto para que o consumidor seja realmente satisfeito.

A fim de executar isso, antes mesmo de ser vendedor, você deve olhar pela perspectiva do consumidor. Valendo-se da internet, é preciso que se disponha a pesquisar sobre as demandas atuais e alinhá-las com o que vende. Por exemplo, se vende livros, quais os títulos mais buscados pelas pessoas no Google e em outros buscadores?



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Os produtos aos quais irá dispor precisam de que os conheça bem em favor do público. Quanto mais souber do assunto, mais poderá dinamizar positivamente o seu trabalho. Isso permite que possa fazer a criação de promoções ou ofertas especiais em determinadas condições. Cative o público filtrando as necessidades dele em uma ótica.

Como construir um e-commerce de sucesso?

Antes de continuarmos, queremos esclarecer que não existe uma receita pronta a isso. O que faz um e-commerce dar certo é o empenho constante do vendedor em melhorar suas capacidades. Por meio de sua sensibilidade aos negócios, a parte que administra pode seguir por um caminho almejado. Além disso, tente:

Entenda um produto antes de vendê-lo

Já ouviu o argumento do vendedor que vende aspirador de pó no deserto? Tais palavras são usadas quando, indiretamente, alguém fala sobre sua capacidade de convencer alguém a uma compra. Isso só acontece quando se entende profundamente o material ao qual está trabalhando. Conheça seu produto e use isso para melhorar sua estratégia em vender.

Relacione-se de forma transparente com fornecedores e consumidores

Ter um canal saudável entre consumidor, empresa e fornecedores torna tudo mais fácil. O cumprimentos de prazos, metas e acordos faz com que eles passem a apostar cada vez mais em seu negócio. Por isso dedique parte do seu tempo para se relacionar adequadamente com esses dois grupos.

Flexibilize pagamentos

Os clientes precisam de mais de uma forma de pagamento para poderem quitar suas dívidas. Por receio e segurança, muitos não habilitaram a função de crédito de qualquer cartão que possuam. Assim, além do cartão de crédito, abra espaço para transferências, depósitos e boletos.

Considerações finais sobre a implementação do e-commerce

O e-commerce é uma opção segura para os que não possuem tantos recursos, mas querem começar a empreender. A plataforma digital possibilita contato imediato com diversos clientes em potencial que podem alimentar o seu negócio. Você pode investir o suficiente para que tenha um ótimo retorno.

Contudo, isso não significa que possa relaxar demasiadamente. É preciso fixar que tudo ainda se trata de um empreendimento, por mais acessível que seja. Ademais, é justamente pela internet que pode antecipar o desejo e necessidade de cada cliente. Faça seu empreendimento pensando na satisfação deles e a sua será completa.

Se o conteúdo te ajudou a encontrar uma diretriz para usar o e-commerce, deixe seu comentário abaixo. O blog Negócios & Carreiras visa a alimentação de ideias que possibilitem o seu crescimento como empreendedor e profissional. Assim, também não deixe de acompanhar nossos conteúdos frequentes, de modo a enriquecer seu arsenal ao sucesso.


Curso de Psicanálise

Deixe seu Comentário Abaixo :)

Redação N&C

O Negócios & Carreiras é uma revista eletrônica com conteúdo de qualidade e atualizado, para desenvolvimento de pessoas e empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 12 =