Home > Comunicação > E ai: Qual mídia você consome?

E ai: Qual mídia você consome?

A Kantar IBOPE Media disponibilizou um infográfico que traz um panorama de hábitos e comportamentos entorno da mídia no Brasil em 2015.


Compartilho com vocês minhas considerações sobre o estudo e dicas também de como analisar o material trazendo insights para suas estratégias de relacionamento com a imprensa, afinal, entender o público deles é entender o seu, é mostrar que sabe com quem eles falam e, por isso, pensa em conteúdos direcionados.

A TV ainda é muito poderosa, sim. Mas ela agora tem que ver a internet como aliada, pois disputa espaço com ela; Arrisco dizer que agora a TV é a segunda tela.

Dica: Nas suas estratégias, considere-a como uma mídia massiva, mas não deixe de alinhar outras estratégias, principalmente, que passem pela internet.

O rádio é para informar. Outro dia ouvi a produtora do Bem-estar dizer que o programa tem inspirações de rádio. Isso é o que conquista muitas vezes um público de classes AB no rádio, pois ele está com você quando você está em movimento ou fazendo outras coisas. Ele é informativo, mas também é entretenimento. Ele está no trabalho, no carro e no lar.

Dica: o rádio tem muito peso para conteúdos mais densos, com oportunidade de explicar melhor os conteúdos. Aproveite isso para entrevistas e torne-se fonte. Além disso, ele se pauta muito pelos jornais impressos.

A internet é jovem. E democrática. Todos podem utilizá-la, mas tem uma geração que nasceu conectada e dependente. Agora, além do laptop, ela está em outros dispositivos, o que faz dela presença constante.

Dica: se o seu público é jovem, seu lugar é aqui. Aceite isso e invista em estratégias com portais e influenciadores online. Saiba, no entanto, mapear esse público e aposte em veículos de relevância e que falem com seu target.

Os clássicos. O jornal e a revista, ainda possuem um público muito seleto e qualificado, que aposta, assim como no livro físico, na notícia ali impressa.

Dica: São grandes formadores de opinião, com espaço muitas vezes de mais reflexão, se comparado a instantaneidade de portais de notícia ou o pouco tempo que a TV disponibiliza no ar.


As dicas podem ajudar você a considerar veículos de imprensa dentro da sua estratégia de comunicação. Não esqueça também de pensar nisso com a ótica do conteúdo nativo, ou seja, da marca mesmo dentro dos seus canais, como site e sociais.

Eduardo Alves
Eduardo Alves é bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Relações Públicas em UMESP – Universidade Metodista de São Paulo, possui especialização em Mídia Sociais pela ESPM - Escola São Paulo de Publicidade e Marketing, além de cursos de extensão em Liderança e Marketing.

Atualmente é Supervisor de Contas de Consumo na maior agência de relações públicas do mundo, a Edelman.

O profissional acumula 13 anos de experiência na gestão de marcas e comunicação de grandes empresas nacionais e multinacionais de mercados diversos: consumo, B2B e Terceiro Setor. A partir dessa vivência, adquiriu sólido conhecimento teórico e prático sobre marcas, relações públicas, organização de eventos, branding, planejamento, assessoria de imprensa, produção de conteúdo, estratégias digitais, gestão de crise, relacionamento com investidores, comunicação interna, gestão de projetos, mapeamento e relacionamento com stakeholders, parcerias, estudos de mercado, consultoria na construção de marcas, patrocínios, endomarketing, marketing digital e responsabilidade socioambiental.

Dentre as marcas que já prestou serviços, destacam-se: Giraffas, Kimberly-Clark Brasil; PepsiCo; Wines of Argentina; Wonderful Pistachios; Bain & Company; Herbalife; Playcenter; Playland; PBF – Pink and Blue Freedom; Incentive House; Marcondes & Consultores Associados; Grupo Plus Advance Marketing Integrado; Sika Brasil; Sincomavi – Sind. do Comércio Varejista de Materiais de Construção; Sol Pleno; Playcorp; Dr. Maurício Hirata; SEBRAE – Projeto Showroom Arte que Vale; Reveillon Embratel na Paulista; Aniversário de São Paulo; Fórum Internacional ABA Branding; Eyedea – Projeto de Acessibilidade digital para a Tetra Pak; VASP – Viação Aérea São Paulo – Proposta de Reestruturação Financeira no âmbito do Processo de Recuperação Judicial da Companhia; Estação Loucos pelo Brasil Coca-Cola.

O que você achou do artigo? Comente!

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios está marcados *

*

Scroll To Top