BRASIL, ATRASO. CHINA E CINGAPURA, DESENVOLVIMENTO

 

 

Bernardo Guimarães faz uma comparação entre o desenvolvimento da China e do Brasil em 36 anos que derruba totalmente a tese equivocada de muitos autores marxistas que colocaram o imperialismo como causa do subdesenvolvimento.

Até o fim dos anos 1970, a China era um país estruturado nos moldes comunistas do maoísmo.  Por isso, a China era um país miserável, com renda per capita , ajustada pelo poder de compra em 1980 , de US$ 309,2 , enquanto a do Brasil  já era de US$ 4.852,6.



Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

Em 1980, entre os 140 países na base de dados de renda por habitante do FMI, a China era o segundo país mais pobre, na seguinte ordem: Moçambique, China, Etiópia, Burkina Fasso, Burundi, Uganda, Maláui.  Havia países mais pobres, como o Cambodja , mas sem dados de renda disponíveis.

Por volta de 1980, a China começou seu processo de reformas . E as reformas foram no sentido de desmonte da economia comunista e sua transformação em uma economia de mercado, ainda que sob as rédeas do Partido Comunista.

A coletivização da produção , ícone do comunismo, foi substituída na agricultura por um sistema de incentivos privados e o resultado é que a produtividade disparou.

Ou seja , a China substituiu o falido comunismo por um capitalismo de Estado. Comunismo que  aqui no Brasil muitos partidos defendem a sua instalação. Ou seja, a história do fracasso do modelo comunista na URSS e na China não serve para nada  para os que defendem o retrocesso.

A história comparativa é implacável com regimes . No caso do comunismo , até 1989 , todos os países da Europa Oriental eram comunistas, regime a que foram submetidos não por vontade própria, mas por imposição do ditador Stálin.

Com a fim da URSS , acabou a dominação soviética e o que é que aconteceu? Quantos países na Europa Oriental de hoje são comunistas? Nenhum.

Os países comunistas de hoje servem como exemplo para a eficiência do sistema: Coréia do Norte, Cuba e Venezuela. Os três são ditaduras e em todos eles a situação econômica é extremamente precária.

Voltando à China, somada a outras reformas na economia, a renda por habitante  nos anos 1980 cresceu 12% ao ano. Em uma década, saltou dos US$ 309,2 para  aproximadamente US$ 1.000 anuais, US$ 80 mensais.

O crescimento continuou e em 2016, com dados projetados, a China tem um poder de compra de US$ 15.050 por habitante, enquanto a do Brasil é de US$ 15.000 por  habitante.



FORMAÇÃO COMPLETA EM PSICANÁLISE
Seja Psicanalista. Curso 100% Online. Habilita a Atuar. Teoria, Supervisão e Análise. SAIBA MAIS



Hoje, a China tornou-se um país de renda média , já superando o Brasil e sua economia continua a crescer , ritmo em queda, mas ainda de 6% ao ano.

Em resumo, o crescimento nada tem a ver com o fim do imperialismo , mas com competência em políticas econômicas. A China, apesar de ainda manter um regime ditatorial e com corrupção ainda muito grande, foi competente. O Brasil foi incompetente e particularmente nos últimos anos, está sendo ainda mais porque nos últimos anos estamos indo para trás , enquanto os outros crescem.

Marcos Sawaya Jank em artigo  destaca que Cingapura conseguiu resolver um dos principais problemas que era a corrupção, nepotismo , propinas e suborno, assunto muito familiar no Brasil.

Lee Kuan Yew, fundador e primeiro ministro de Cingapura por três décadas, foi  o líder que levou Cingapura do Terceiro para o Primeiro Mundo e para isso,  adotou remunerações adequadas capazes de atrair os melhores talentos  do mercado.

Também instaurou um sistema meritocrático que funciona não só no concurso de admissão como ao longo de toda a carreira do funcionário, incluindo o pagamento de bônus variáveis de até 50% do salário por desempenho. A meritocracia substituiu a isonomia no serviço público.

A isonomia no serviço público, no Brasil,  é ferrenhamente defendida pelos sindicatos que postulam que todos devem ganhar os mesmos salários, sejam produtivos, sejam improdutivos.

Com isso, hoje Cingapura é bem governada , limpa, verde , segura e tem a terceira maior renda per capita do mundo e recebeu em 2015, nota 8,5 na lista de 168 países que compõem o índice de “percepção de corrupção” da Transparência Internacional, o oitavo lugar do planeta.

O  Brasil, ora o Brasil  do PT , tem nota 3,8 e está em 76º lugar.  E qual é um dos motivos conhecido por todos?  É que aqui , ao invés da meritocracia , impera o fisiologismo descarado que é companheiro da corrupção.

A comparação com Cingapura é muito  sugestiva. O país tem uma área de apenas 692,7 km 2 , ou seja do tamanho da cidade paulista de Campinas  e por esta razão , literalmente , não tem mais para onde crescer

 

Nessa minúscula área, cabe um  PIB de US$ 134 bilhões , renda per capita de US$ 31  mil . A expectativa de vida ao nascer e de 81,8 anos e a taxa de desemprego de 3,1% . O índice de analfabetismo é de 5% e a maioria das pessoas é fluente em dois idiomas .

 

A maioria das grandes montadoras mantém fábricas em Cingapura . Laboratórios farmacêuticos como Novartis e Eli Lilly , instalaram centros de pesquisa e desenvolvimento na ilha . Na área de entretenimento a produtora Lucas Film montou um estúdio de animação .

 

O porto de Cingapura movimenta anualmente quase 400 milhões de toneladas de mercadorias  e cerca de 130.000 embarcações em rotas para 123 países .

 

Cingapura é um caso exemplar para demolir as teses de marxistas de que os países subdesenvolvidos não se desenvolveram porque foram explorados pelas nações coloniais ou imperiais e isso explicaria a sua situação atual de atraso.

Cingapura mostra que estes países não se desenvolveram porque suas elites não tiveram competência para cortar os laços do atraso.

Em 1965, quando Cingapura foi fundada, sua renda per capita era de US$ 400 ao ano. Em 2015, passados apenas 50 anos, a renda per capita é de US$ 60 mil anuais.

Uma pequena ilha equatorial, um entreposto comercial britânico pobre no estreito de Malaca – sem recursos naturais , sem espaço, sem língua definida, transformou-se em uma potência mundial das finanças, comércio, eletrônicos , refinarias e serviços.

O segredo do milagre está em um tripé bastante simples, idealizado por Lee: a) governo íntegro e eficiente. Boa governança e combate draconiano à corrupção ; b) políticas econômicas favoráveis aos negócios e ao empreendedorismo ; e c) disciplina, ordem social e respeito às leis.

Cingapura em 50 anos tornou-se uma sociedade multicultural , multirreligiosa e repleta de empresas multinacionais. Ali estão migrantes de centenas de países onde a diversidade é não apenas tolerada, mas antes de tudo incentivada.

Cingapura é hoje um dos países mais abertos do mundo para o comércio e os investimentos e para milhares de expatriados.

Foi feito pesado investimento em educação, mas acima de tudo em uma cultura de meritocracia. As escolas públicas são excelentes e muito exigentes. No Brasil é só a primeira parte

Definiu-se que o inglês seria a segunda língua obrigatória, ensinada desde cedo nas escolas , o que teve papel central na atratividade que Cingapura passou a exercer na região e no mundo, apesar de ser uma mistura de grandes culturas ocidentais e orientais.

Cingapura teve a sorte de ser governada por um Estadista. A maioria dos países é governada apenas por presidentes.

Cingapura tem uma das menores cargas tributárias da Ásia ( 14% sobre o PIB , contra 36% da brasileira ) . Para abrir uma empresa são necessários 5 minutos para fazer o registro pela internet . Após duas semanas em média o empresário recebe a licença para operar

 

E o Brasil, com 8,5 milhões de km2 de área, imensas riquezas está conseguindo ir  para trás, enquanto os outros países estão indo para a frente.

Não é preciso refletir muito para concluir que está tudo errado no governo deste país  que está conseguindo produzir uma recessão por dois anos consecutivos, que pode se prolongar para três.

O Brasil , que era a oitava economia mundial, tinha possibilidade de se tornar a quinta em pouco tempo e agora despencou para o nono lugar.

Temos uma inflação que ultrapassou os 10%, a dívida pública explodiu , a indústria está em decadência , o desemprego aumenta e a renda média da população está em queda.

Tudo isso mostra que o modelo de governo se esgotou.  Com a presidente atual perdendo completamente a condição de comandar o país e sem possibilidade de colocar o país na rota do crescimento, as instituições terão que mostrar que efetivamente estão funcionando e agir para mudar este quadro catastrófico e esta ação implica em mudança de comando no país.

Se nada for feito e continuarmos com muita conversa e pouca prática, a situação vai continuar se degringolando e as perspectivas são cada vez piores. Cingapura é uma mostra de  como é possível criar riquezas com poucos recursos e o Brasil está mostrando como é possível destruir riquezas com muitos recursos.

 


Curso de Psicanálise

Deixe seu Comentário Abaixo :)

Edson Leal

Graduado em Ciências Sociais, Administração de Empresas, Pedagogia e Direito. Mestre em História Social pela UNESP de Assis. Atualmente Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *