Alguém anotou a placa?

É assim que nos sentimos quando o tempo nos surpreende. Quando o peso dos efeitos do tempo cai sobre nós de repente, com a sensação de que fomos atropelados e entramos em estado de coma, com a mente em branco, sem saber como agir para se recuperar. Às vezes, o caminhão que nos atinge pode ser na forma de uma má notícia que muda nossa vida drasticamente, como uma demissão, por exemplo.

Ou, alguns se pegam acordando de um longo estado de coma; um dia percebem que sua vida esteve parada no mesmo lugar por mais tempo do que suportariam e tem que aguentar o baque da percepção de quantas oportunidades passaram por eles, quanto tempo foi desperdiçado, o que poderia ter sido diferente se tivessem conseguido sair do ponto morto, como um carro estacionado no meio-fio que é atropelado por um caminhão desgovernado.

Seja estatelado no meio da estrada orando para o resgate logo chegar, ou acordando do estado de coma, temos que lutar por nossas vidas. Claro, sempre há instruções de segurança para controlar os danos em uma situação de crise, então aqui vão algumas para preservar sua vida profissional depois de sofrer um grave “acidente”:

1. Não entre em pânico

Quando uma má notícia passar por cima de você como um rolo compressor, respire fundo e mantenha-se alerta. Analise suas opções. Tente ganhar tempo para pôr pensamentos em ordem e achar uma solução. É importante lembrar também que um exercício de respiração é uma ferramenta para manter-se calmo, pois auxilia a oxigenação do cérebro, fazendo com que pense com mais clareza.



Curso de Constelação Familiar e Sistêmica

2. Espere a chegada da ambulância:

Por mais que muitos resistam e tentem se salvar sozinhos, é sempre bom contar com a ajuda de um profissional treinado para lidar com acidentes graves. Procure um especialista na área que você tem dificuldade, e nessa hora um coaching é uma excelente opção, não somente para apoio – mas também para confrontar seus valores, crenças – além de promover autoconhecimento, transformações e estabelecimento de metas atingíveis para curto, médio e longo prazos. Não é sinal de fraqueza contar com outras pessoas. Pelo contrário. Te ajudará a crescer tanto pessoalmente quanto profissionalmente, e, depois de não entrar em pânico, é fácil olhar em volta e chamar por ajuda.

3. Tempo de recuperação:

Pode demorar dias ou até meses para que a situação se estabilize. Sim, vivemos em um mundo imediatista, onde tudo deve ser feito pra ontem e, mais importante que tudo, tempo é dinheiro. Mas não pode correr o risco de voltar a trabalhar sem estar 100% recuperado e atento, pois pode acumular problema em cima de problema e fazer as pessoas ao seu redor duvidarem de sua capacidade. Desacelere, cuide de você, de sua saúde (nesse contexto tanto profissional quanto física). Se certifique de que estará pronto para voltar ao batente com força total e reafirmar seu lugar.

4. Controle de danos:

Já ouviu falar sobre “evento traumático”? São situações adversas que, por aumentar consideravelmente o nível de stress de um indivíduo, ocasiona problemas psicológicos como angústia, depressão, ansiedade e muitos outros, em um nível tão elevado que desequilibra o organismo de tal forma, que esses problemas se externalizam em forma de doenças de vários tipos, desde queda de cabelo a problemas cardíacos, ocasionados apenas pelo estado psicológico da pessoa marcada por esse(s) evento(s). Por isso, é importante ter contato com um psicólogo de confiança ou qualquer outra forma de terapia pra ajudá-lo a acalmar um pouco o caos que tente se instalar na sua mente para assombrá-lo permanentemente. Além do coaching, uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo e clínicos gerais são recomendados.

Mesmo depois de tudo isso, me sinto na obrigação de dizer que sim, mesmo essas situações adversas terem chegado até nós através do tempo, ainda há esperança na frase “o tempo cura todas as feridas”, pois o tempo pode se mostrar grande aliado do homem, quando se trata de tudo o que ele nos ajudou a conquistar, da rapidez da troca de informações até esse ritmo frenético que nos acompanha dia-a-dia, deixando tudo mais vivo, dinâmico e nem um pouco entediante.

O segredo é saber usar o tempo com sabedoria, aprendendo a identificar a hora de desacelerar e cuidar um pouco de você mesmo. Aprenda a olhar em volta, desenvolva um positivo senso crítico para resolver problemas e, acima de tudo, não deixe de prestar atenção em você mesmo. Se estiver se esforçando demais, seu corpo irá alertá-lo antes que entre em colapso. Se estiver quase enlouquecendo de stress, sua mente acionará o botão vermelho e o ajudará a focar em algo que traga tranquilidade. Você é seu maior aliado.


Curso de Psicanálise

Deixe seu Comentário Abaixo :)

Egle Dorta

Egle Dorta

Especialista com mais de 20 anos de vivência em todos os subsistemas do comércio exterior, Egle Dorta é também coach, consultora empresarial e CEO do grupo IMPERARE. Seu trabalho tem formado e transformado profissionais em suas carreiras e lideranças, além de contribuir com sua visão estratégica, diagnóstico preciso e soluções eficazes para o desenvolvimento de negócios nacionais e internacionais. Visite nosso site. Curta nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *