Home > Economia & Finanças > AJUSTE FISCAL: FUNCIONALISMO PÚBLICO O INIMIGO NÚMERO UM

AJUSTE FISCAL: FUNCIONALISMO PÚBLICO O INIMIGO NÚMERO UM

 

 

O governo Dilma Rousseff quebrou o país e levou a economia brasileira à maior recessão de sua história. Mas a crise foi tão extensa que acabou atingindo em cheio os governos estaduais que também estão enfrentando grande dificuldade para equilibrar suas contas.

Mas, o que as análises estão demonstrando é que muitos governos estaduais estão em situação dramática agora porque praticaram administrações tão ruinosas como o governo federal.

O fato de a maioria de os Estados terem se tornado insolventes tem relação direta com o governo Dilma Rousseff, por meio de um fisiologismo inconsequente para sobreviver politicamente, ter acionado o Tesouro Nacional para dar aval de modo irresponsável para que eles elevassem seu endividamento.

Contrair dívidas acima da capacidade de pagamento e jogá-las para as administrações seguintes sempre foi um péssimo hábito nas esferas do serviço público federal, estadual e municipal. A Lei de Responsabilidade Fiscal foi criada para evitar esse mau costume, mas como se pode verificar, assim como no governo federal, também em muitos estaduais ela foi tornada letra morta.

Os casos mais emblemáticos são Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, os dois ancorados em economias sólidas, com forte atividade industrial, mas que mesmo assim agora estão em situação deplorável.

O Rio de Janeiro está com dois de seus governadores, Cabral e Garotinho submetidos a graves acusações e com pessoas deste quilate a situação, não poderia mesmo ser melhor.

Sérgio Cabral e Garotinho tinham em suas mãos um Estado com elevadas receitas adicionais provenientes da exploração de petróleo e poderiam tê-las aproveitado para capitanear investimentos em infraestrutura para deixar o Estado saneado e em situação admirável , mas de modo irresponsável torraram toda a receita adicional que o Estado tinha com royalties e participações no petróleo, não fizeram nenhuma reserva , concederam à farta subsídios e isenções de impostos e o resultado é o descalabro a que se chegou, obrigando agora a contorcionismos de toda ordem para evitar o pior.

Sem nenhuma perspectiva de futuro, Cabral elevou descontroladamente as despesas com servidores cujo custo subiu quase 100% em apenas sete anos.

Governos estaduais aprenderam com o governo Dilma e passaram a usar a contabilidade criativa para equilibrar suas contas.

Um dos exemplos é o recurso a depósitos judiciais, prática que passou a se tornar corriqueira. Ou seja, governos passaram a lançar mão de dinheiro que não é proveniente de receitas.

O Rio de Janeiro e outros Estados também lançaram mão de empréstimos oferecendo receitas futuras em garantia, ou seja, comprometendo receitas futuras.

Mas, agora o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão apresentou um pacote de medidas para tentar tirar o Estado da situação em que está.

A principal medida mostrou-se inacreditável. É a de aumentar para 30% o desconto previdenciário nos salários de servidores e aposentados.  Ou seja, o governador propôs um aumento, durante 16 meses, de 11 para 30% de desconto, o que significava na prática reduzir em 19% o salário dos funcionários, um percentual abusivo e totalmente inconstitucional. Isso é confisco o que é proibido.

A medida atentava contra direitos fundamentais e de tão despropositada foi devolvida pelo presidente da Assembleia sem análise, tamanha a repercussão negativa que teve entre os funcionários públicos que passaram a frequentar furiosos a frente da Assembleia Legislativa.

O desembargador, Custódio de Barros Tostes, do Tribunal de Justiça do Rio, mandou suspender a tramitação do projeto, e em sua fundamentação já adiantou questões de mérito que a proposta tem vício de iniciativa por configurar empréstimo compulsório, que só poderia ser instituído pela União, e vício de inconstitucionalidade por caracterizar confisco.

Diante de tudo isso, Pezão resolveu desistir desta proposta.

Mas, os Estados continuam em grave situação e querem a todo custo mais recursos do governo federal e é aqui que entra o objetivo central deste artigo.

O presidente Michel Temer fechou no dia 22 de novembro, acordo com os governadores para a liberação de R$ 5,3 bilhões em socorro financeiro aos Estados.

O dinheiro é parte das multas arrecadadas com o programa de regularização de recursos no exterior.

Cabem alguns comentários sobre esse programa de repatriação de recursos.  Foi um projeto gestado na administração Dilma Rousseff no contexto do desespero do governo federal em obter receitas extraordinárias e com isso reduzir o monumental déficit público. Ironicamente o programa acabou sendo muito bem sucedido, não na administração petista, mas com Michel Temer.

Esse programa é altamente questionável de todos os pontos de vista porque representou a anistia a pessoas que enviaram recurso clandestinamente ao exterior e que estariam sujeitas a processos administrativos e criminais pesadíssimos, dos quais se livraram.

O que os dados mostram é que esse programa é totalmente desnecessário. Organismos internacionais já firmaram acordos de troca de informações de tal forma que a partir de janeiro de 2017 será possível aos governos identificar recursos ilícitos no exterior, e submeter os seus detentores às penas da lei.

Agora no Brasil, a benesse é tão boa que já estão com uma segunda fase para 2017 em tramitação no Congresso, inclusive com manobras escusas para incluir parentes de políticos entre os que poderão repatriar valores, o que foi expressamente proibido na primeira versão.

E neste contexto o governo Michel Temer resolveu dar uma forcinha para os Estados, repassando parte do dinheiro das multas obtida na primeira fase do programa.

Mas, o problema são as contrapartidas que estão sendo exigidas. Ficou acertado que os Estados devem adotar um limite para o crescimento de seus gastos, mas devem ficar de fora os investimentos.

Cada governador deverá fazer uma “PEC do Teto” estadual, de dez anos, prorrogáveis por mais seis.

Até aí tudo bem, mas a questão encrenca quando se noticia que o governo federal quer que seja elevada a contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%.

Ou seja, o governo Michel Temer está elegendo os servidores públicos como corresponsáveis da roubalheira e incompetência que prevaleceu no Brasil nos últimos cinco anos e agora quer que eles paguem uma parte da conta, por intermédio da redução de seus salários e tem a cara de pau de chamar isso de reforma previdenciária.

Essa proposta é altamente preocupante e os funcionários públicos, que trabalham honestamente, não recebem propinas para complementar sua renda, devem ficar vigilantes contra medidas que visem reduzir ainda mais os seus rendimentos.

Isso já vem sendo feito de variadas formas.  Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estão pagando salários de forma escalonada, causando imensos transtornos a seus servidores porque as despesas não são escalonadas e inadimplência como todo mundo sabe , gera multas e outros problemas. O curioso é que o escalonamento no Rio Grande do Sul é só para os funcionários do Executivo e os do Legislativo e Judiciário estão recebendo em dia. Ou seja, tem dinheiro para uns, mas não tem para outros?

Em São Paulo, em um dos casos raros no Brasil, o governador Geraldo Alckmin resolveu cortar salários com base no seu próprio, como se salário de governador significasse alguma coisa.

O salário do governador é o chamado subteto estadual. Essa questão do teto foi criada na Constituição para evitar que houvesse no serviço público salários milionários, daí a fixação de um limite que é o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Mas, no contexto da péssima qualidade da legislação criada no país, o que deveria ser o mesmo princípio para todos os funcionários acabou ensejando a criação de subtetos em cada Estado, tendo como base o salário do governador.

Governador não é um funcionário de carreira é um cargo político, com tempo determinado e, portanto seu salário em hipótese alguma poderia servir de parâmetro para carreiras do funcionalismo que tem sua vida dedicada ao serviço público.

Por isso mesmo, na maioria dos Estados o subteto estadual foi equiparado aos salários dos ministros do STF, mas em São Paulo isso ainda não aconteceu.

Governador de Estado mora no palácio, come no palácio, anda para baixo e para cima com veículos do governo do Estado, ou seja, a maioria de suas despesas é de responsabilidade do Estado e por isso o seu salário não deveria servir de parâmetro para os funcionários públicos que não tem estas facilidades.

No caso de São Paulo a situação passou a ser muito grave, pois o governador fixou o seu salário em R$ 20.662,00 em janeiro de 2013 e deste então fez apenas uma pequena correção de 4,6% em janeiro de 2015 para R$ 21.631,00 e este valor continua até hoje, sendo que o governador está dizendo que não vai corrigir nada em 2017. Ou seja, se isso se concretizar, serão transcorridos cinco anos, com taxas de inflação variando entre 6 a 10% ao ano, com uma correção de apenas 4,6%.

Essa esquisitice legal acabou criando situações inacreditáveis como na cidade de São Carlos, onde um professor da universidade estadual ou um delegado estadual de polícia tem o seu salário limitado pelo salário do governador e um professor da universidade federal e um delegado da polícia federal tem o mesmo salário limitado pelo salário dos ministros do STF.

E como sabemos mesmo o teto do STF, elogiável por si só, acabou virando letra morta no Poder Judiciário, pois as informações mostram que milhares de juízes e desembargadores recebem salários acima do teto, por meio de artifícios extra teto, criados pelo próprio Judiciário.

Esta situação por si só é ridícula e mostra que em São Paulo, os funcionários públicos também estão pagando a conta do descalabro, com a redução de seus salários em face da corrosão inflacionária.

É uma questão primária. Todo mundo sabe que a inflação é um fenômeno econômico que significa o aumento geral da média dos preços no mercado. Para medir esse aumento existem índices como o IGP e o INPC e, portanto, no final do ano, um reajuste no salário com pelo menos o percentual indicado em um dos índices, não resulta em aumento de salário, mas apenas em reposição do poder de compra.

Se essa reposição não acontece e o servidor continua com o mesmo salário nominal, isso significa que a cada mês que passa ele está ganhando menos, para executar o mesmo trabalho.

Precisa ficar claro que existe diferença entre aumento salarial e reposição salarial. Reposição salarial significa apenas recompor o poder de compra que se deteriorou pela inflação. Portanto aplicada a reposição não há aumento de salário, mas apenas a manutenção do poder de compra. Houve apenas aumento do salário nominal, mas o salário real continua o mesmo. Aumento salarial ocorre quando o trabalhador consegue um índice acima da inflação e, portanto ai sim ocorre aumento do salário real.

Portanto, os funcionários públicos tem que ficar vigilantes. O serviço público presta serviços altamente relevantes à população e para isso, os funcionários não somente devem ser bem remunerados, mas também terem a garantia de que não terão os seus vencimentos reduzidos por expedientes quaisquer que sejam mediante eufemismos como reforma previdenciária, pagamento parcelado, ou reajuste zero de subteto, seja o que for.

Edson Leal
Graduado em Ciências Sociais, Administração de Empresas, Pedagogia e Direito. Mestre em História Social pela UNESP de Assis. Atualmente Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

31 comments

  1. Thank you a lot for sharing this with all people you really recognise what
    you are speaking approximately! Bookmarked. Kindly additionally talk over with
    my web site =). We will have a hyperlink change agreement between us

  2. Greetings! Very helpful advice in this particular article!

    It’s the little changes that make the most important changes.
    Many thanks for sharing!

  3. My spouse and I stumbled over here from a different web page and thought
    I might check things out. I like what I see so now i’m following you.
    Look forward to looking into your web page yet again.

  4. I visited many web sites except the audio feature for audio
    songs present at this website is actually excellent.

  5. Hey there! Someone in my Facebook group shared this site with us
    so I came to look it over. I’m definitely enjoying the information. I’m book-marking
    and will be tweeting this to my followers! Outstanding blog
    and amazing design.

  6. This is a topic that is close to my heart… Many thanks!
    Exactly where are your contact details though?

  7. Nice post. I used to be checking constantly this weblog and I am inspired!
    Extremely helpful information particularly the remaining phase :
    ) I deal with such information a lot. I was seeking this
    particular info for a very lengthy time. Thanks and good luck.

  8. Excellent post. I was checking continuously
    this weblog and I am inspired! Very useful info particularly the last section :) I care for such info a lot.
    I was seeking this particular information for a very long time.

    Thanks and best of luck.

  9. What’s up to all, as I am in fact eager of reading this webpage’s post to be updated
    regularly. It includes good material.

  10. Howdy! I know this is kind of off topic but I was wondering which blog platform are
    you using for this site? I’m getting fed up of WordPress because I’ve had issues
    with hackers and I’m looking at options for another platform.
    I would be fantastic if you could point me in the
    direction of a good platform.

  11. I’m impressed, I have to admit. Rarely do I come across a
    blog that’s both educative and engaging, and
    let me tell you, you have hit the nail on the head.
    The issue is something which not enough men and women are
    speaking intelligently about. Now i’m very happy I came across this in my
    search for something relating to this.

  12. Hello there! This post couldn’t be written any better! Reading
    this post reminds me of my old room mate!
    He always kept talking about this. I will forward this
    post to him. Pretty sure he will have a good read.

    Thanks for sharing!

  13. Hello, I enjoy reading all of your article. I wanted to write a little comment to support you.

  14. Excellent beat ! I would like to apprentice whilst you amend your site, how can i subscribe for a weblog website?
    The account aided me a acceptable deal. I had been tiny bit familiar of
    this your broadcast offered vivid clear idea

  15. Thanks for your personal marvelous posting! I definitely enjoyed reading it, you
    might be a great author. I will make certain to bookmark your blog and may come back very soon. I want to
    encourage you continue your great work, have a nice weekend!

  16. It’s actually a nice and useful piece of info. I’m glad
    that you simply shared this helpful info with us. Please stay
    us informed like this. Thank you for sharing.

  17. It’s very straightforward to find out any matter on net as compared
    to books, as I found this article at this site.

  18. It is not my first time to pay a visit this site, i am visiting this web site dailly and get good
    information from here daily.

  19. Your style is unique compared to other people I’ve read stuff from.
    Thank you for posting when you have the opportunity, Guess I’ll just bookmark this page.

  20. This page definitely has all the information and facts I needed
    concerning this subject and didn’t know who to ask.

  21. I was wondering if you ever considered changing the page layout of your blog?
    Its very well written; I love what youve got to say.

    But maybe you could a little more in the way of content so people could connect with it
    better. Youve got an awful lot of text for only having one or 2 pictures.
    Maybe you could space it out better?

  22. Every weekend i used to go to see this site, for the reason that i
    wish for enjoyment, since this this web site conations genuinely
    pleasant funny information too.

  23. Sling tv coupons and promo codes for november 2018
    I am sure this paragraph has touched all the internet people, its really really pleasant article on building up
    new weblog. Sling tv coupons and promo codes for november 2018

  24. I think that is one of the so much significant info for me.
    And i am glad reading your article. But should statement on few general things,
    The website taste is perfect, the articles is actually great :
    D. Excellent task, cheers

  25. This is my first time pay a visit at here and i am really pleassant to read all at alone place.

  26. Greetings! Very useful advice within this article! It’s the little changes that make the most significant
    changes. Thanks a lot for sharing!

  27. When I originally commented I clicked the “Notify me when new comments are added” checkbox and now each time a comment is added I get four e-mails with the same comment.
    Is there any way you can remove people from that service?

    Thanks!

  28. It’s very trouble-free to find out any matter on net as compared to books,
    as I found this article at this website.

  29. 大部份曾經生育或經歷更年期的女性都會面臨私密深處及外觀鬆弛問題,不單會影響自信心和伴侶的親密體驗,更有機會造成容易積菌及尿滲等健康問題。全港首部 Venus Fiore閨密儀 RF射頻 私密緊緻療程 專門針對私密各處包括陰道、陰唇及陰阜的專用治療頭,全面改善鬆弛問題;每個治療頭均採用一次性即棄治療蓋,確保衛生。還有ATC自動控溫綜合系統,讓療程的治療溫度被有效監控,療程自然更安全、更有效達至預期效果。全港首部 Venus Fiore閨密儀 RF射頻 私密緊緻療程Venus Fiore集中為女性私密之處提供最到位的呵護,專注重整陰道健康、收緊鬆弛陰唇和改善陰阜肥大問題。關鍵在於Venus Concept的王牌─糅合多極射頻與磁力脈衝的(MP)2磁頻專利技術,發揮提升細胞活躍度、重塑同時增加膠原蛋白、刺激毛細血管新生等作用,達至調整陰道濕潤度、pH值的效果,更重要的是顯著改善陰道彈性,使其回復年輕狀態。

  30. My relatives every time say that I am killing my time here at net, however I know
    I am getting experience all the time by reading such nice content.

O que você achou do artigo? Comente!

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios está marcados *

*

Scroll To Top